Fotografia:
Suplemento do Património

Na edição desta semana do suplemento do Património visitamos a igreja da paróquia de S. Julião da Silva.

15 Abr 2018

Dizem os investigadores que esta é uma das paróquias antigas do concelho de Valença.

Pela documentação histórica, não parece haver dúvidas que esta foi uma terra de gente nobre. Aliás, ainda continua de pé a casa Torre da Silva, que nos faz recuar no tempo.

Ainda para comprovar a antiguidade desta freguesia, os historiadores socorrem-se da topinímia dos lugares que, segundo defendem, podem remontar à altura do repovoamento.

No que diz respeito à paróquia, é voz unânime que ela já estava instituída no século XII, numa altura em que já existia a casa solar dos Silvas.

É natural que nessa época a igreja fosse de arquitetura românica, obedecendo ao que era o gosto da época.
Contudo, a igreja que temos hoje erguida apresenta feições do século XVIII, não sendo, portanto, a original.
No seu interior, a talha dominante é neoclássica, com algumas reminicências do barroco.

A joia está na capela lateral, tratando-se de um altar barroco de grande beleza e riqueza patrimonial.




Notícias relacionadas


Scroll Up