Fotografia: DM
Norte reclama mais milhões de fundos europeus

A Plataforma de Concertação Intermunicipal da Região Norte esteve reunida em Braga.

Rui de Lemos
9 Abr 2018

Os autarcas do Norte estão unidos contra a proposta do Governo de reprogramação do Portugal 2020 e reclamam mais 680 milhões de euros de fundos comunitários. Os fundamentos do protesto seguem numa missiva para o primeiro-ministro e reclamam mais dinheiro para o Norte.

A Plataforma de Concertação Intermunicipal da Região Norte, que integra os autarcas de todas as comunidades intermunicipais (CIM) da região e a Área Metropolitana do Porto, entende que o Governo «se está a comprtar como uma espécie de Robin dos Bosques ao contrário» na reprogramação das verbas do Portugal 2020. Ou seja, «está a tirar aos menos desenvolvidos para criar condições de maior desenvolvimento a quem já está num patamar superior», condenou o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, ontem, no final do terceiro encontro daquela Plataforma de Concertação Intermunicipal, no Museu dos Biscaínhos, em Braga.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up