Fotografia: DR

Duas PME de BRAGA entre as quatro beneficiárias de programa Horizonte 2020

Biomode e a Vieira & Lopes foram duas da quatro empresa de Portugal contempladas.

Redação
5 Abr 2018

O programa de investigação Horizonte 2020 aprovou hoje uma verba de 12,65 milhões de euros para apoiar 257 pequenas e médias empresas (PME) em 31 países, quatro em Portugal, com 50 mil euros cada. Duas são de Braga: a Biomode e a Vieira & Lopes.

A verba da primeira fase do Instrumento PME do Horizonte 2020 deverá ser usada na preparação de uma prova de conceito e um estudo de viabilidade.

As empresas beneficiam ainda de três dias formação empresarial (‘coaching’) e serviços gratuitos de aceleração empresarial.

Segundo um comunicado da Comissão Europeia, um mapa interativo de todos os projetos está disponível no Centro de Dados do Instrumento PME.

A Biomode, de Braga, com produtos para identificação de agentes patogénicos, úteis nas áreas da segurança alimentar e ambiental e em aplicações clínicas, são duas das PME beneficiárias em Portugal.

A Vieira & Lopes Lda., de Braga, pelo desenvolvimento de um módulo de purificação de ar multifuncional, adequado a ambientes sensíveis.

«Num espaço de quatro anos, esta Fase do Instrumento PME já financiou 79 Pequenas e Médias Empresas portuguesas inovadoras, num total de 9,85 milhões de euros. Os resultados confirmam que este instrumento é, sem dúvida, uma excelente porta de entrada para as PME portuguesas no Programa Horizonte 2020, que continua a dar um enorme apoio aos empreendedores em Portugal», disse o comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, em comunicado.

Desde o lançamento do programa, em 01 de janeiro de 2014, foram selecionadas 2.873 PME para financiamento ao abrigo da Fase 1 do Instrumento PME, 79 das quais portuguesas.

A próxima data-limite para candidaturas à Fase 1 do Instrumento PME é maio de 2018.





Notícias relacionadas


Scroll Up