Vídeo: Nuno Cerqueira

Debilidades da barra e do sistema dunar coloca Esposende em alerta.

Redação/Nuno Cerqueira
9 Março 2018

A Marinha e a Autoridade Marítima Nacional alertaram hoje para o agravamento do estado do mar nos próximos dias, com a previsão de uma ondulação “excecionalmente” forte na noite de sábado e manhã de domingo. Toda  a costa do Minho será afetada e há perigos assinalados, nomeadamente na Foz do Cávado, em Esposende, onde a proteção civil da Câmara de Esposende também emitiu alerta.

A GNR, através da Unidade de Controlo Costeiro, já colocou patrulhas no terreno, de forma a sensibilizar as pessoas para evitar zonas costeiras, com ao início da tarde o Diário do Minho assistiu em Esposende.

O Instituto Hidrográfico, avançou que este tipo de ondulação é «excecional» e só ocorre «duas ou três vezes por ano», o que leva a que algumas barras que tradicionalmente não são fechadas venham a encerrar.

O tenente Quaresma dos Santos adiantou que o pico da agitação marítima vai ocorrer na noite de sábado e madrugada de domingo, atingindo toda a costa Oeste e que a tempestade vai entrar pela costa do Minho.

O mesmo responsável disse que as ondas vão alcançar, durante esse período, 10 metros de altura, podendo chegar aos 15 metros.


Outros Vídeos

Scroll Up