Assim deitados não servem!…



Assim deitados não servem!…
19 Fev 2018
1509
Fotografia:

Desde dezembro, estimados leitores, que as tempestades têm nome. A nossa primeira nomeada foi a “Ana”. Fustigou que se fartou e varreu tudo à passagem. Exemplo disso são os sinais de trânsito verticais que, como vossas mercês podem ver “claramente visto” no retrato que hoje trazemos à liça, estão prostrados desde o final do ano, em pleno asfalto, na Rua Infante D. Henrique, em Gualtar.

Se atentarmos bem nas placas que jazem por terra, vemos que se destinam a proibir o excesso de velocidade por aproximação de uma escola e consequente passagem de crianças. Um “abêcê” que daria  importante informação aos automobilistas, se a vissem nos quadros que deveriam estar ao alto. Porém, é bem provável que estes sigam na sua vidinha, pensando que por ali se pode “pôr o pé na tábua” e… ala que se faz tarde.

Então, e antes que por ali aconteça alguma tragédia, é hora de voltar a dar a serventia devida aos ditos sinais, sendo certo que, tal como estão, não servem para nada. Senão… boa bai ela!


Scroll Up