Fotografia: Ana Marques Pinheiro
IPCA organiza almoço solidário em dia de aniversário

Programa inclui inauguração da via de acesso ao Campus e da praça central do politécnico.

Redação
14 Dez 2017

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) vai oferecer um almoço, com um cariz solidário, a toda a comunidade académica no dia do seu 23.o aniversário, a 19 de dezembro, indicou fonte da instituição.

De acordo com a fonte, o almoço realiza-se na cantina do Campus do IPCA, em Barcelos, às 12h30, e os estudantes, professores e colaboradores devem levar um bem que reverterá a favor da Loja Social do IPCA e de instituições sociais locais.

As comemorações começam no dia anterior, segunda-feira, com atividades de cariz lúdico. Às 14h30 é inaugurada uma exposição de trabalhos dos alunos do Mestrado em Ilustração e Animação (MIA), no Centro de Investigação de Jogos Digitais. Segue-se um “talk show” coordenado pela Associação Académica com o tema “Evolução do IPCA e o seu impacto nos estudantes”.

No dia 19, terça-feira, depois do almoço solidário, serão inauguradas a via de acesso ao Campus e a Praça Central do IPCA, com a presença do presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes. Segue-se a sessão solene de comemoração do Dia do IPCA que abre com um momento musical pela Orquestra de Guimarães e integra uma conferência de Álvaro Laborinho Lúcio, juiz conselheiro jubilado do Supremo Tribunal de Justiça, intitulada “O Tempo e o Espaço – A Ética e os Valores”. Antes do encerramento da sessão serão distinguidos os melhores alunos do IPCA. O programa encerra com uma atuação musical pelo “Aqui Jazz Combo”.

Fundado a 19 de dezembro de 1994, o IPCA é uma instituição de ensino superior público com licenciaturas, mestrados e cursos técnicos superiores profissionais nas áreas de Design, Hotelaria e Turismo, Gestão e Tecnologia.

No passado dia 24 de novembro, o Conselho Geral do Instituto aprovou, por unanimidade, o Plano Estratégico 2021, apresentado pela presidente, Maria José Fernandes.

O plano assenta em seis eixos estratégicos que visam tornar o IPCA até 2021 uma «Universidade Politécnica de excelência, reconhecida pela qualidade da sua formação, utilidade da produção científica e transferência de conhecimento para a sociedade e pelo forte contributo para o desenvolvimento sustentável da sociedade».

Maria José Fernandes considera que «o sucesso na concretização da estratégia do IPCA para 2021 depende do envolvimento e empenho de toda a comunidade académica neste projeto comum e numa comunicação clara e transparente das metas a alcançar».





Notícias relacionadas


Scroll Up