Vídeo: Ana Marques Pinheiro

Os incêndios que queimaram mais de mil hectares de floresta no concelho de Braga causaram prejuízos que devem ultrapassar os 5 milhões de euros. O trabalho de reabilitação das áreas ardidas já está em curso e a maior das duas empresas que arderam já está a laborar num novo espaço industrial.

Joaquim Martins Fernandes e Ana Marques Pinheiro
4 Dez 2017

Pouco mais de mês e meio após os incêndios de 15 e 16 de outubro que queimaram uma área de quase 1,2 mil hectares de floresta, duas empresas e uma habitação em 11 freguesias do concelho, Braga começa a recuperar de um pesadelo que deixou um rasto de prejuízos que o Pelouro do Ambiente e do Desenvolvimento Rural estima em cerca de 5 milhões de euros.

 

(Reportagem completa na edição impressa do Diário do Minho)



Outras Reportagens


Scroll Up