Barbas maiores que “o Barbas”…



Barbas maiores que “o Barbas”…
9 Out 2017
Fotografia:

Com o verão a ajudar, a natureza desenvolve-se “a todo o gás” com as ervas, matos, silvas e árvores a esticarem os seus ramos rumo ao sol “mais rápido do que o diabo esfrega um olho”. Se a multiplicação de espaços verdes é sempre bem vinda, sobretudo se estes trouxerem a frescura e a sombra que tanta falta fazem em Braga, a verdade é, como diz o povo, “o que é demais é erro”. É este o caso, que pode ver claramente visto na foto da Rua da Costa, em Lomar, onde os arbustos há muito deixaram de ser devidamente aparados, estando a tapar completamente a sinalização rodoviária – no caso um STOP – com as consequências graves que se podem adivinhar para os automobilistas. Certo é que este é apenas um caso, entre milhares de outras situações que proliferam por todo o concelho, cujo respetivo corte ou limpeza ora é responsabilidade das entidades públicas ora dos privados, mas a verdade é que estas barbas maiores que as do “Barbas” assim não podem continuar, sob pena de ajudarem a inflacionar os negros números da sinistralidade bracarense. Mas, se por acaso algum naturalista achar que cortar os ramos, silvas ou ervas, que frequentemente tapam os sinais e retiram a visibilidade dos condutores um pouco por todo o lado, é maltratar as “mãe natureza”, então... boa vai ela!!


Scroll Up