Fotografia:
“Poder estudar sem pagar mais!”

Um dos grandes obstáculos à continuação dos estudos para alguns jovens é o problema económico.Durante o Secundário muitos sonhos se alimentam no sentido de poder ingressar numa Faculdade, todavia, quem vive longe dos meios Universitários depara-se com um problema gigante e, por vezes, impossível de ultrapassar: a alimentação e o alojamento. Preço, qualidade, segurança e distância são aspetos a considerar e de conjugação difícil. Não é novidade, sempre assim foi, mas dado o acentuado clima de dificuldades, que se têm vindo a agravar, torna-se dramático para algumas famílias poder suportar economicamente mais despesas.

Maria Susana Mexia
5 Jan 2014

Para quem quer ingressar ou ingressou num curso superior em Lisboa, poderá beneficiar duma benesse perfeitamente revolucionária, que lhe proporcionará alojamento gratuito em quarto particular ou triplo, com wc privado e limpeza diária, alimentação completa, tratamento de roupa, ambiente familiar, com acesso a salas de estudo, bibliotecas, tertúlias culturais e todo um conjunto de “performances femininas” que uma mulher do século XXI não pode dispensar: como moda, cultura geral, culinária, liderança, relações sociais, humanas e familiares, enfim, um nunca mais acabar de “mais-valias” que, no seu todo, fazem a diferença, pois um profissional que só sabe da sua área, embora seja bom, é um ser humano incompleto. Como disse o Professor Abel Salazar “O médico que só sabe de Medicina nem de Medicina sabe”.
Falta desvendar o mistério, pois “não há almoços grátis”, enumerei os direitos e agora vou referir os deveres: realizar práticas, em part-time, duas horas e meia por dia, durante quatro dias, no sector de hotelaria, num horário compatível com as aulas e trabalhar um fim-de-semana por mês, entrada até às 22h30 durante a semana e 23h00 aos fins-de-semana.
Com um método adequado há tempo para tudo, já Descartes o defendia, elaborar um plano de trabalho e de lazer é um desafio que vale a pena tentar e do qual saímos sempre beneficiados.
Situada em pleno coração de Lisboa, entre Sete-Rios e a Universidade Católica, com transportes à porta, a “Residência Universitária das Laranjeiras”, pode ser o seu golpe de asa neste novo ano de 2014 para, não só atingir os seus objectivos, mas ainda poder ir mais longe.




Notícias relacionadas


Scroll Up