Fotografia:
O Filho de Maria: Verdade na Humanidade

Milhões em todo o mundo testemunham e acreditam que o nascimento de Cristo foi o maior acontecimento entre a Humanidade. Pelo que ensinou, pelo que fez e de quando falava da sua origem. Embora pareça ter morrido sem honra, o que é estrondosamente estranho para outros é ter vivido depois de morto! Nisso creio. É que Ele é de ontem, de hoje e de sempre; Quem saboreia o Evangelho conclui que Jesus Cristo é Filho de Deus: Irmão mais velho de todos os homens e o verdadeiro e eterno emigrante: está em todos os lados;

Artur Soares
27 Dez 2013

O cristão que conhece o que Cristo ensinou pode ter dúvidas quanto ao que Deus, por vezes lhe pede ou pelo que acontece. Mas ao saborear ou ao viver tais ensinamentos, aconteça o que acontecer, jamais esquece que Cristo é Caminho, Verdade e Vida;
Cristo ensina que todos os perseguidos terão grande recompensa no Céu, se o forem por causa do seu nome. Mas a Igreja de Pedro, em nome da Verdade, tem que ensinar a combater a perseguição: repondo a justiça, ensinando o homem a obter a paz; denunciando os perseguidores e os atos ou leis político-sociais que prejudiquem o homem. Seja onde for ou quem quer que seja;
Cristo propôs aos discípulos uma anti-hierarquia: pois afirmou que o “maior” é aquele que mais serve, honra e se preocupa com os outros, no tocante à tolerância, à solidariedade, ao amor, a metas coletivas, à cooperação, entre outros;
O que é humano sempre acaba, inclusivamente ideias e ideais antigos ou modernos.
O cristianismo não: tem mais de dois mil anos e nunca ninguém o matou, embora muitos tenham tentado fazê-lo. Podem até tentar escondê-lo. Mas tirar-lhe a vida ou a luz, nunca! É que a Central donde vem tal energia, tal luz, é intocável;
O cristianismo tem “mistérios” e é sobrenatural. Assim no-lo explicam Jesus Cristo, os evangelhos e os santos. Por isso, não poderá nunca, ser submetido somente à razão. Se fosse, seria uma religião absurda, ridícula e nada sobrenatural;
Li que a psicologia clássica “nasceu como uma grande ciência há mais de um século”! Mas Cristo, há mais de dois milénios exerceu uma psicologia preventiva e educacional, que até aos dias de hoje tem dado que falar ao mundo;
Para a ciência, Jesus Cristo ainda é um grande enigma. Será filho de Deus? Multiplicador da matéria? Autor da existência? Adivinho? Quem quer que seja, os seus atos e as suas palavras, ainda hoje são alimento daqueles que defendem a paz e acreditam no amor;
São Tomé também teve de ver Cristo ressuscitado para acreditar na Sua ressurreição. E há gente que não acredita que uma virgem possa dar à luz. Pois não é verdade que “a galinha põe os ovos sem precisar de galo”? Infelizmente, lentos e incrédulos sempre hão de existir;
Jesus Cristo nunca prometeu arrancar ou acabar com os pecados do mundo, mas sim chamá-los a Si e pagando-os com o seu sangue, por amor. Avisou inclusivamente que até ao fim dos tempos, pobres e pecadores sempre haviam de existir;
Há quem afirme que Cristo é e foi sedutor. Eu concordo: conseguiu fazer-se irmão de todos; junto de muitos transformou a matéria; curou e deu vida a mortos; deu-se a comungar como homem na última ceia; como ressuscitado anunciou-se aos discípulos de Emaús e, como pertença do Céu deu-se a toda a Igreja na Terra;
Há portugueses com cultura elevada que, ufanando-se dizem não acreditar em Deus. Jesus Cristo, quando da sua vida pública, conhecia este género de Almas e disse, olhando os céus: “Bendigo-Te, ó Pai, Senhor do céu e da terra porque escondeste estas coisas aos sábios e aos entendidos e as revelaste aos pequeninos”.
Finalmente afirmar que não chega “ser humanista”; “não fazer mal a ninguém” ou dizer “eu cá tenho a minha fé”. Estudar e escutar a Palavra de Deus é necessidade absoluta para que o homem não morra à sede ou fique estático, espiritualmente. Para isso, torna-se imperioso ter tempo e vontade – mas convém não esquecer que Deus é o Senhor do tempo – embora seja preciso, por vezes, gastar algum dinheiro para aprender.




Notícias relacionadas


Scroll Up