Fotografia:
A Filosofia nunca se apaga

É verdade! Também há um dia para a Filosofia! É apenas um dia instituído pela ONU desde 2005 para lembrar ao mundo que a Filosofia é necessária e muito importante para o ser humano. Mas objetivamente a Filosofia não tem apenas um dia, ela está presente todos os dias nas nossas vidas e sem ela os homens não poderiam dialogar, debater ou argumentar e contra argumentar. Sem a Filosofia o exercício do pensar não teria coerência nem os homens poderiam conceber as suas ideias, as suas teorias. Sem a Filosofia as dúvidas passariam a dogmas, onde a crítica e o pensar livre seriam uma mera quimera.

Eugénio Oliveira
21 Nov 2013

Sem a Filosofia os homens viveriam agarrados aos seus preconceitos sem discernir a verdade da ilusão. Sem a Filosofia e sem o exercício do filosofar ficaríamos destituídos de uma razão esclarecida, essa razão que é a que nos permite lutar pelo Bem, pela justiça, pelos nossos direitos, pela democracia. Sem a Filosofia o nosso conhecimento, a nossa ciência, a nossa história seria muito mais pobre.
É óbvio que não podemos viver sem filosofia tal como já não podemos viver sem música e é fundamental a sua valorização pois como dizia o filósofo alemão Kant “A Filosofia é a única disciplina que transforma o ensino em educação” e eu acrescentava que ela é a única que é interdisciplinar e transdisciplinar. A cultura ocidental deve muito a esta forte matriz filosófica que vem desde o berço da nossa civilização, ou seja, desde a Grécia Antiga que imortalizou nomes como Tales, Pitágoras, Sócrates, Platão, Aristóteles, só para citar alguns e que imortalizou também obras das quais ainda hoje nos deleitamos com a sua leitura como são exemplo os diversos diálogos platónicos ou a sua obra mais representativa A República onde explana a famosa Alegoria da Caverna.
Como dizia Marx: “Os filósofos não nascem como cogumelos” mas na verdade o legado à Humanidade é imenso em campos tão diversos como a Matemática; a Física; a Astronomia; a Teologia; a Epistemologia, a Medicina, etc. Quem passou e passa pelos bancos da escola secundária e da universidade em alguma ocasião ouve falar de alguns destes verdadeiros amantes da sabedoria. 
Ser um verdadeiro filósofo pode não estar ao alcance de todos mas não é por isso que deixamos também de ser filósofos! Todos somos filósofos! Somos filósofos quando paramos para pensar os nossos problemas do dia a dia, quando procuramos resolver questões simples ou complexas, quando decidimos e escolhemos o rumo das nossas vidas, no fundo, quando refletimos somos filósofos! Atravessamos uma época difícil e mais do que nunca a filosofia é necessária, mais do que nunca a filosofia tem de surgir como exaltação dos valores verdadeiramente humanos, como defesa dos direitos das pessoas e que as torna dignas, como procura da verdade e contra a injustiça social. Como afirmava  o imperador e filósofo romano Marco Aurélio “A filosofia é útil quando procura diminuir o sofrimento humano”.
Considero, e na linha de alguns filósofos franceses no manifesto em prol da Filosofia, que “se a filosofia se apagar, se a voz dos filósofos se extinguir, o espírito tornar-se-á cada vez mais vulnerável às manipulações dos mercadores de ídolos e fabricantes de opinião”.




Notícias relacionadas


Scroll Up