Fotografia:
Três eventos relacionados com o dia 1 de Novembro

No Dia 1 de Novembro, a Igreja Católica celebra o Dia de Todos os Santos, isto porque não são só os canonizados oficialmente que se encontram no Céu, onde há muitas miríades deles, graças a Deus, e que souberam colaborar em pleno com a Graça. Alguém dizia, procurando “escandalizar, com humor” que: “o Céu está cheio de pecadores” e depois de passado o espanto e atenuado o “suspense”, esclarecia …”que se arrependeram e fizeram penitência dos seus pecados”.

Maria Fernanda Barroca
2 Nov 2013

E que podemos fazer para sermos “santos”? Viver as coisas pequenas, aquelas das quais nos espantaremos quando no Dia do Juízo, o nosso Anjo da Guarda apresentar ao Senhor: um sorriso mortificado para com quem nos é molesto; a palavra azeda que ficou por dizer, esquecido o facto que a provocou; aquele gesto de carinho dado ao pobre a quem ninguém presta atenção e que mais do que de pão precisa de amor. Tudo isto e muito mais contará a nosso favor. 
São João Paulo II disse-nos que a Festa de hoje nos recorda e propõe à meditação comum alguns aspectos fundamentais da nossa fé cristã. Um deles «é a alegria, como rezamos na antífona de entrada (…); trata-se de uma alegria genuína, límpida, fortificante, como a de quem se encontra numa grande família donde sabe que mergulha as suas raízes» (Homilia de 01.11.1980).

Vivamos, pois, este dia na alegria – temos no Céu à nossa espera não só Deus, a Virgem Santíssima, o nosso Pai S. José, mas uma multidão de parentes e amigos. Esse encontro será a Festa por excelência, pois é eterna.
***
No dia 1 de Novembro de 1950, o Santo Padre Pio XII proclamou o Dogma da Assunção de Nossa Senhora elevada ao Céu em Corpo e Alma. Este privilégio de Maria é o corolário lógico da Sua Imaculada Conceição, em ordem à Maternidade Divina. Na Bula Munificentissimus Deus, pode ler-se: “(…) Considerando que a Igreja Universal – que é assistida pelo Espírito de verdade, que a dirige infalivelmente para o conhecimento das verdades reveladas. (…) Considerando que esta verdade se funda na Sagrada Escritura, está profundamente gravada na alma dos fiéis, e desde tempos antiquíssimos é comprovada pelo culto litúrgico, e concorda, inteiramente, com as outras verdades reveladas, (…) julgamos o momento estabelecido pela providência de Deus, para proclamarmos solenemente este privilégio insigne da Virgem Maria”.
A Assunção de Nossa Senhora é esperança da nossa ressurreição gloriosa. Assim, esse final de vida que para todos os homens é a morte no caso de Maria, a Tradição chama-lhe Dormição.
***
Dia 1 de Novembro de 1755, em Lisboa, pelas 9 horas e 40 minutos a terra tremeu três vezes, em 17 minutos, com um sismo de intensidade 8,6 na escala de Richter, cujo epicentro teve lugar no mar a oeste do estreito de Gibraltar; durante 24 horas não parou de tremer. Depois dos abalos vieram as derrocadas e as ondas alterosas do Tejo que atingiram Campo de Ourique (daí vem a frase: rés-vés Campo de Ourique).
Além das aproximadas 60.000 vítimas, caíram na derrocada numerosos palácios, conventos, estabelecimentos de comércio, etc. Com as derrocadas vieram os incêndios que destruíram muitas preciosidades. O magnífico recheio do Arquivo do Tombo foi salvo graças aos cuidados do seu guarda-mor Manuel da Maia.
Ficou célebre a frase da altura: “há que enterrar os mortos e cuidar dos vivos”. O ministro do Rei D. José I era o Marquês do Pombal, tristemente célebre pelas atrocidades cometidas, mas que na altura teve uma visão de futuro. Como a cidade estava destruída, mandou chamar o engenheiro Manuel da Maia, que se reuniu com os engenheiros militares Carlos Mardel, Elias Pope e Eugénio dos Santos, que conceberam em tempo recorde a execução das obras de reconstrução.
Ainda hoje Lisboa se orgulha da sua “baixa pombalina”. O Marquês do Pombal deu o incremento e os referidos técnicos executaram com ousadia, para a época, e que nós ainda podemos apreciar actualmente. Assim, podemos associar a memória do Marquês a algo de bom, sim, toda a pessoa, por muito má que nos pareça, tem sempre algo de bom!




Notícias relacionadas


Scroll Up