Fotografia:
Um tempo novo

Eu acredito. Acreditar vivamente que irá chegar em breve um tempo novo a esta cidade e a este concelho. Sim, um tempo novo, com ideias inovadoras, com uma energia revigorante e com um líder determinado para provocar uma mudança clara e muita desejada em todos os bracarenses. Um tempo novo que trará uma mensagem de diá-logo e consciente com todos os agentes envolvidos no desenvolvimento equilibrado do município. É isso que se quer: recriar uma imagem positiva e transparente de uma cidade que se deixou enodoar por práticas conspícuas da podridão agarradas a meros interesses pessoais e de favoritismos anacrónicos.

Armindo Oliveira
26 Out 2013

Com gente nova, gente liberta das amarras dos conluios, haverá, por certo, um outro sentir, um outro horizonte, uma outra alma. Haverá uma força renovadora que inundará paulatinamente os corredores do poder. Depois de décadas de um mando penumbroso, a luz virá resplandecente e criadora. Eu acredito na mudança e confio nesta nova liderança, jovem e irreverente, que terá a saborosa tarefa de consertar os “buracos negros” deixados por uma gestão cimentada no betão e no aço. Eu acredito que é possível mudar de paradigma para se construir um outro futuro. Um futuro com as pessoas e para as pessoas. Um futuro com sentimentos e com sentido para dar as respostas efectivas às suas necessidades. Sem demagogias e sem fantasias. Com rigor e com seriedade. Sempre a seriedade em primeiro lugar. Sem dúvida alguma, até para sermos exemplo vivo de sensatez e de responsabilidade.
Vamos a isso! Vamos construir uma nova realidade municipal libertada das algemas do clientelismo e do nepotismo. Vamos a isso. Vamos construir um tempo novo em que os homens e mulheres deste município sejam cidadãos autênticos, sem medo das represálias de dizer, simplesmente, não. Queremos e podemos dizer não, quando for não e, obviamente, dizer sim, quando for sim. Sejamos livres, para sermos responsáveis e sermos consequentes. Sejamos livres para construirmos uma cidade livre, tolerante e verdadeiramente solidária e democrática. Sem amarras e sem tutores. Sem insubstituíveis e sem dogmas. Com gente nova, gente que queira desafiar o presente para conquistar o futuro. Sempre audazes, para se vencer as muralhas solidificadas do conformismo. Sempre presentes e sempre atentos para se responder, em tempo útil, aos anseios legítimos das pessoas. Vamos seguir em frente, com confiança e com a certeza que somos capazes de superar as dificuldades que surgirão pelo caminho. Não podemos vacilar, nem dar tréguas à resignação. O futuro do município está nas nossas mãos, na nossa inteligência e no nosso coração. É a nós que nos compete abrir as portas do futuro para construirmos uma vida mais tranquila e mais segura.
A vitória conseguida, no dia 29 de Setembro, foi merecida e foi categórica. Belo dia que terá que ser marcado na história da cidade e na memória de todos os bracarenses. Uma vitória de crença e de esperança e. Uma vitória de coragem e de persistência. Sem margem para dúvidas, uma grande vitória que gerou uma onda transbordante de confiança em volta de Ricardo Rio. Um líder que se impôs com elegância, com sobriedade e com admiração no seio de todos os bracarenses. Uma vitória esmagadora que trará mais responsabilidades, por um lado, mas, dará, com certeza, um gosto especial de servir com zelo as comunidades, por outro lado. Vencemos para construir um presente melhor e perspectivar um futuro mais prometedor.
Com a derrota e a subsequente queda da gestão municipal apodrecida nestes trinta e sete anos de poder absoluto, estão reunidas e restabelecidas as condições normais para se efectuar um mandato autárquico com elevação e com qualidade. Basta sermos sérios, disciplinados e rigorosos nas práticas diárias. Se for dado exemplo de boa governação, a resposta virá do outro lado positiva e envolvente. É por isso que acredito. Acredito firmemente no sucesso do executivo autárquico que estará à frente do município bracarense nestes quatro anos.




Notícias relacionadas


Scroll Up