Fotografia:
Futebol Americano também em Braga

A primeira competição universitária nos Estados Unidos realizou-se entre a Universidade de Rutgers e a Universidade de Princeton num jogo de Futebol Americano, dando início a rivalidades e tradições próprias do Desporto Universitário Americano. Desde o último terço do século XIX até 1906, o Desporto Universitário era exclusivamente organizado por estudantes e esta situação viria a ser alterada por ordem do Presidente dos EUA, Theodore Roosevelt, que impôs aos Reitores das Universidades que tornassem o desporto seguro, ou que acabasse de imediato.

Fernando Parente
18 Out 2013

Esta medida surgiu na sequência de se terem registado 18 mortes e 150 feridos graves durante a prática de jogos de Futebol Americano. Das reuniões realizadas entre os Reitores, criou-se a NCAA, em 1906, com um alcance nacional abrangente e estabeleceu-se definitivamente uma ligação entre o desporto universitário e o ensino superior. O futebol americano tornou-se um desporto mais seguro, organizado e enraizado nas Universidades e Escolas Secundárias Americanas. Atualmente A NFL (National Football League), liga profissional mundialmente conhecida e formada por 32 equipas, é a competição desportiva que gera mais interesse nos Estados Unidos, destronando o baseball a partir dos anos 90. O jogo de atribuição do título, o Super Bowl, tem uma audiência anual de quase metade dos lares com TV nos estados Unidos da América, e é transmitido para 150 outros países em mais de 30 idiomas diferentes. As quinze maiores audiências da história da televisão americana registaram-se em jogos do Super Bowl.
Este desporto, cada vez mais global, vai criando os seus adeptos e chegando a todos os “cantos” dos 5 continentes. O fenómeno, embora recente em Portugal enquanto prática considerada organizada desde 2008, tem também a sua expressão, existindo neste momento 13 equipas formadas, as quais estão dispersas por Lisboa, Porto, Braga, Évora e Algarve. A Associação Portuguesa de Futebol Americano que se encontra a ultimar os seus estatutos para seguir uma via de Federação Portuguesa com utilidade pública e assim poder receber apoios estatais, vive do impulso dos seus atletas, ex-praticantes e treinadores, que por paixão a este desporto vão certamente assegurar o futuro do Futebol Americano em Portugal.
 Em Braga, os Maximinos Warriors, equipa fundada em 2010, reúne cerca de 50 atletas, muitos dos quais alunos ou ex-alunos da Universidade do Minho. Os Maximinos Warriors disputaram em 2012 a final da Liga nacional com os Lisboa Navigators (bi-campeões nacionais nesta altura) e levaram a melhor sobre a equipa de Braga por um resultado de 25-7, num jogo disputado no Estádio 1.º de Maio. 
É sempre reconfortante saber e perceber que os valores mais puros do desporto, como o da superação, o fair play, o espírito de equipa, etc., estão “vivos”, e quase sempre se manifestam em locais e ambientes onde existe o nobre interesse de competir, praticando desporto, e onde o resultado premiará os mais preparados.




Notícias relacionadas


Scroll Up