Fotografia:
Férias Desportivas

Por estes dias, fui interpelado por um amigo quanto ao facto de nas minhas candidaturas à Presidência da Câmara Municipal de Braga ter sempre escolhido um desportista para meu Mandatário da Juventude: Emanuel Silva (em 2005), Jorge Rodrigues (em 2009) e Jéssica Augusto (em 2013, aqui em parceria com o anterior presidente da Associação Académica da Universidade do Minho, Luís Rodrigues). Reflectindo sobre o assunto, creio que o cerne da resposta está em muito do que escrevi neste espaço ao longo dos últimos anos, no respeito por uma perspectiva sobre o Desporto enquanto espaço de intervenção social que vai muito para lá da mera prática física dos agentes envolvidos.

5 Jul 2013

Nestes casos em concreto, os três referidos Mandatários são (e foram) atletas de sucesso, de enorme projecção nacional e internacional, mas que se guindaram a tal patamar graças a uma enorme dedicação, a um contínuo esforço e espírito de sacrifício e a uma ambição de conseguirem sempre mais, de acordo com as suas potencialidades.
Em suma, todos têm a têmpera que hoje se exige a todos os jovens na luta contra as adversidades, a ilusão que faz mover o mundo, o êxito que queremos seja apanágio de Braga e dos Bracarenses no futuro.
Sobressaindo no desporto, mas pautando-se já por posturas de relevo no meio empresarial, na vertente social e em outros espaços de intervenção cívica, todos são referência já para a Braga Capital de Juventude que queremos construir.
Na mesma linha, foi também com enorme orgulho que registei a aceitação para integrar a minha equipa de um ícone do desporto Bracarense e nacional, ela própria um exemplo de sucesso contra inúmeras adversidades.
Sameiro Araújo não é “apenas” uma das mais conceituadas e bem sucedidas treinadoras de atletas em Portugal, mas é antes alguém que percebe como ninguém a envolvência que o Desporto deve ter na Comunidade, no incentivo à formação desportiva das colectividades, de forma ecléctica nas modalidades e territorialmente abrangente; na aposta na valorização dos nossos talentos; no estreitamento das relações com a comunidade escolar e universitária; na abertura à generalização da prática desportiva por cidadãos de todas as idades; na organização de eventos que promovam e projectem Braga para lá dos seus muros; no ordenamento da rede de equipamentos que apoiam a prática desportiva em todo o Concelho.
Precisamente pelo envolvimento neste desafio, qual maratona que se aproxima a passos largos da entrada no estádio, interromperei como é hábito esta minha colaboração até ao próximo mês de Outubro, para voltar já com o Braga à frente da próxima edição da Primeira Liga.
E, nessa altura, quando algum Vereador apresentar uma proposta de apoio a uma equipa que tenha vencido o Campeonato Nacional e a Taça de Portugal, espero que já ninguém invoque o argumento escabroso de que é mero oportunismo político.
Boas férias!




Notícias relacionadas


Scroll Up