Fotografia:
Assim vão os tempos

Como é do conhecimento geral nos tempos atuais os nossos meios de comunicação social, quer sejam escritos ou falados, praticamente só falam de futebol, relegando todas as outras modalidades para o esquecimento e se as entidades privadas transmitem ou escrevem o que bem entendem já os canais de serviço público deveriam ter outro comportamento em dar a conhecer e levar até todos os portugueses as diferentes modalidades e espetáculos de inolvidável qualidade, podendo inclusive ajudar a economia nacional a crescer através do turismo e das multidões que essas modalidades congregam.

Luís Covas
14 Jun 2013

Vou recordar 2 das mais recentes atividades na nossa região e que foram a Rampa da Falperra em Braga e o Campeonato da Europa de Canoagem em Prado, já sem falar desse Portugal vs Espanha em andebol realizado em Guimarães.
Quem não se recorda da década de 80, em que foi possível levar o Basquetebol, o Andebol, o Voleibol e o Atletismo a todo o território nacional? Quem não se recorda do início das transmissões televisivas dos jogos da NBA? Era a possibilidade de se assistir a grandes espetáculos dessas modalidades, bem como ver atuar alguns dos melhores praticantes da história da todos os tempos.
Também gostaria de realçar o papel e a influência que comentadores televisivos, como Alves dos Santos, no Ciclismo, de Fernando Pais no Andebol, que nos deliciava com os seus comentários apaixonantes e didáticos, sem esquecer o grande contributo que o Prof. João Coutinho deu ao Basquetebol e que também nos jogos da NBA nos habituou com a sua frase inesquecível – “sejam bem-vindos ao jogo NBA da semana! E finalmente o Prof. Carlos Barroca, que ainda hoje é a voz televisiva do Basquetebol.
De facto, considero que os anos 80 e 90 do século passado, possibilitaram, a todos os amantes dessas modalidades, poder assistir à sua paixão pelo jogo. É importante realçar que, não havendo ainda o recurso à Internet, um jogo por semana era fortemente atrativo para muitos dos portugueses que apenas viam Futebol e Ciclismo. Atualmente o cenário não é, nem de perto nem de longe o mesmo. Quem quiser ver estas modalidades na televisão tem de pagar e mesmo assim o futebol é que é rei e já nem os canais pagos transmitem essas modalidades, somente se as federações suportarem os custos de produção. É imperioso reconquistar o mediatismo dessas e doutras modalidades através dos meios de comunicação social e será seguramente uma das formas de as divulgar e, não só, dar a conhecer o que melhor existe, mas o que de melhor se faz no nosso país para fomentar e divulgar outras modalidades, contribuindo também para o conhecimento das terras onde se realizam esses eventos. Quem neste país tem conhecimento que no último fim de semana (8 a 10 de junho) passaram por Guimarães cerca de 5000 ginastas, na Festa Nacional da Ginástica? E tem noção de quantos familiares, amigos e apaixonados dessa modalidade, os acompanharam? Façam as contas porque foram 3 dias e vejam se o desporto não pode ajudar a economia.
Senhores governantes vejam como em tempo de crise poderemos ajudar as finanças a revitalizar-se podendo encontrar parcerias e conjugação de interesses para bem de todos.




Notícias relacionadas


Scroll Up