Fotografia:
Nova esperança

Chegou ao fim mais uma época desportiva no futebol profissional, num ano marcado por um sentimento agridoce nas hostes Bracarenses. Por um lado, 2013 marcou o regresso do clube aos títulos nacionais, com a merecida conquista da Taça da Liga a juntar-se à sempre evocada vitória na Taça de Portugal de 1966.Em sentido contrário, num ano em que um dos tradicionais “grandes” soçobrou de forma clamorosa – ao ponto de não conseguir sequer a qualificação para as provas europeias – o Braga falhou um dos seus principais objectivos, perdendo para o Paços de Ferreira o acesso à milionária Liga dos Campeões.

6 Jun 2013

Este terá sido aliás o factor determinante para a ruptura verificada entre o presidente e o treinador no final da época, com esta decisão a ir finalmente ao encontro das múltiplas solicitações formuladas por uma massa adepta extremamente crítica e exigente, e que nunca deixou José Peseiro cair-lhe verdadeiramente “no goto”:..
Como em tantas outras ocasiões ao longo dos últimos anos, António Salvador esperou mas decidiu, e bem, apressando-se a substituir Peseiro por outro nome bem conhecido da casa e um dos treinadores mais conceituados a nível nacional.
Aliás, se o reencontro entre Jesualdo Ferreira e António Salvador (e o Braga) é uma forma de pôr a teste a ideia de que não se deve voltar ao local onde já se foi feliz, esta capacidade de o Sporting de Braga atrair os mais qualificados técnicos nacionais é por si só demonstrativa do crescimento sustentado do Clube.
Jesualdo é, assim, o homem que se segue, no arranque para mais uma temporada em que o Braga volta a ter que se reconstruir, para o que é muito útil alguém com a experiência e o saber do Professor.
Como em tantas outras ocasiões, voltam a sair muitas das referências da equipa e chegam vários atletas que já deram provas da sua qualidade em escalões secundários e em equipas de segunda linha da Primeira Liga.
Como se impõe nos tempos que correm, prevalece a necessidade de aplicar o toque de Midas que é apanágio de António Salvador e de transformar jovens promessas em futuros negócios milionários, seguramente semelhantes a alguns que ainda estão guardados para este Verão.
Seja como for, os Bracarenses podem seguramente continuar a acalentar esperanças positivas para o futuro. Mais uma vez, alia-se a capacidade de gestão, o domínio técnico, a qualidade do plantel e o entusiasmo dos adeptos que fazem deste, cada vez mais, um grande clube.
Juntos, vamos ganhar!
 
PS – Noutro âmbito, merece especial destaque o desempenho notável da equipa da APD/Braga de basquetebol em cadeira de rodas. A Taça de Portugal já veio para Braga e o campeonato está agora à distância dos jogos do play-off final. Se nunca assistiu a nenhum jogo, vale a pena passar pelo Pavilhão de Ferreiros no próximo dia 22, às 15h00, e apoiar os nossos campeões!…




Notícias relacionadas


Scroll Up