Fotografia:
O Pragmatismo e as suas Carências e Ilusões

Para o pragmatismo, filosofia utilitária, o galo que canta, com toda a altivez na capoeira da evolução da vida humana, é a utilidade prática de uma qualquer ideia. Nesta filosofia já não tem cabimento a afirmação lógica de que a verdade do pensamento ou verdade da representação de uma ideia resulta da sua conformidade e sintonia de compreensão com a realidade objetiva da qual foi abstraída. Para o pragmático, a verdade ou a falsidade contida na afirmação é-lhe indiferente (entendamos que sim).

Benjamim Araújo
29 Mai 2013

Quando as afirmações ou as negações se banham na utilidade prática, capaz de atuar no desenvolvimento evolutivo da vida humana e de melhorar o seu curso em quaisquer das suas vertentes, são consideradas verdadeiras pelo pragmatismo. Verdade e utilidade ou utilidade e verdade identificam-se em tal filosofia.
Cientistas e engenheiros afirmam que a prática não passa de uma manifestação da teoria ou especulação. Que nos interessa a especulação, diz o pragmático, se dela nada de positivo, nada de palpável, nada de útil resulta para a vida prática? Que nos interessa abordar especulativamente a liberdade ou a existência ou não existência de Deus, se daqui nada de útil resulta para o progresso e melhoria da nossa vida corrente? – Questionam os pragmáticos.
De uma maneira geral, a intenção e o delírio do pragmatista está em recolher da vida prática os seus frutos utilitários. O útil, tomado como verdade, é a norma de conduta, sempre dinâmica e instável, que domina o mundo e lidera o conforto e bem-estar da vida humana. É indiferente à moral humana.
A realidade, diz o pragmatista, é, para nós, aquilo que no meio ambiente depende do nosso pensamento e da nossa eficiente ação. A realidade é o útil e o útil é a realidade.
Para o pragmatista, a religião é considerada, sob o ponto de vista biopsíquico, como um ato vital; o ato vital é a manifestação da evolução da vida humana. A verdade da religião depende da confiança que nela depositamos.
A religião cristã, segundo o pragmatismo, vê a existência de Deus em função do desenvolvimento e melhoria da vida humana. Nesta linha, concedem ao teísmo e sobretudo ao cristianismo muita eficácia e um grande ajustamento aos nossos tempos.
Talvez não convenha ignorar, para uma sua melhor compreensão, que o pragmatismo tem as costas protegidas por Locke, Berkeley, Hume e Mill e pelas tendências empiristas e utilitaristas do pensamento inglês. O pragmatismo tem como principais representantes William James, Scott Schiller e John Dewey (1848?).
À maneira de avaliação e ajustamento, sem desvalorizar o pragmatista, vou dizer que, pelo ventre desta filosofia utilitarista, formiga uma ilusão ao identificar, no útil, a verdade com a falsidade e vice-versa; a realidade objetiva com a realidade subjetiva.
É uma fraqueza do pragmatismo, quando assenta a chancela do útil em todas as nossas atividades práticas. Anula, creio, a moral humana, bem como a solidariedade e a fraternidade no seio da sociedade, porque a estabilidade do útil está à mercê das nossas disposições, boas ou más. Está à mercê dos nossos motivos, condicionalismos e caprichos da mente, sempre voláteis e transitórios. Hoje é uma coisa, amanhã será outra.
O útil é o gorgulho que entra na política, na Igreja, nos meios de comunicação, na propaganda? Entra praticamente em tudo e tudo pica, tudo rói e tudo perverte.
Quando o útil está liberto da sua aparente autonomia e liberdade e está integrado e sintonizado com a unidade de que faz parte, aceito-o perentoriamente e sem limites. Aperto o útil ao peito, quando a unidade de que faz parte, se integra, com todas as suas diferenças, na globalidade.
Abro o coração à globalidade, quando esta se integra no uno do nosso autêntico ser e este se dissolve no Uno Divino.
Agora, o útil, livremente obediente à autonomia e liberdade do ser, quando o disseminamos, indistintamente, pelos homens, torna-nos mais humanos. Nasce uma nova pessoa no seio da sociedade.
O pragmatismo, se não tem consciência transcendental do seu ser ôntico, não compreende nem aceita este útil.




Notícias relacionadas


Scroll Up