Fotografia:
Multas manhosas

Como e possível que certos comentadores peçam aos portugueses que acreditem nas instituições quando a maneira como agem as mesmas cria tanta desconfiança no povo português? Soube pela informação veiculada pelos meios de comunicação que todas as famílias portuguesas tinham recebido pelo correio as multas pelo atraso no pagamento do antigo imposto de selo e atual imposto de circulação? Questões que se levantam: Será que estas famílias receberam uma carta de aviso primeiro anunciando o atraso no pagamento?

Maria de Fátima Nascimento
28 Mai 2013

Será que o fisco teve o cuidado de perceber primeiro o que se passava com estas famílias, nomeadamente se os adultos responsáveis por essas famílias estão a passar por dificuldades já que todos sabemos que o desemprego aumentou e os salários diminuíram trazendo a essas famílias dificuldades acrescidas? Depois de ouvir as palavras da pessoa que justificou a necessidade desta medida com a distração dos portugueses quanto à data da aquisição das viaturas, terá esse organismo enviado uma carta ou um email como fazem as seguradoras lembrando a data de pagamento do tal imposto ou ter-se-á aproveitado disso para equilibrar, pela força, as contas do estado cujo buraco parece não ter fim? Será esta mais uma forma de fugir às reformas estruturais a que este e outros governos têm fugido não se atrevendo a cortar na gordura do estado?
O que o povo já aprendeu à sua custa é que é sempre ele a pagar pelos erros e abusos alheios. Afinal, ninguém sabe que eles existem, mas conhecem aqueles que tentam socorrer mesmo que isso implique aumentar os impostos a um povo que, ao contrário dos seus pares europeus, recebe menos e paga mais impostos numa desproporção incomportável?
Já alguma instituição governamental veio lamentar ou tentar melhorar consideravelmente (sem ser nas promessas próprias do tempo eleitoral)as condições de vida de quem trabalhou uma vida inteira em prol de um país cujos governos sucessivos nunca mostraram respeito, mínimo que fosse, por eles? Se assim fosse não haveria tanta pobreza e tanta desigualdade neste país!
É por estas e outras que a classe política está descredibilizada. E não venham comentaristas dizer que há políticos e políticos… afinal, nós não conseguimos diferenciá-los!




Notícias relacionadas


Scroll Up