Fotografia:
A pensar no futuro

Correndo o risco de me tornar repetitivo, nalgumas ideias que penso para o desporto, parece-me o momento ideal para as repetir, emitir opiniões refletindo num momento de grandes dificuldades. Pensar sobre o desenvolvimento desportivo, lançar ideias, não mais do que isso, com a convicção de que pelo menos se desperte a reflexão e possam registar ideias construtivas, para bem de todos os intervenientes. Seria um ponto de partida para discussão, reflexão e contributo de todos os que tem responsabilidades na sua implementação. Partilha de experiências, relatos de boas práticas e de conhecimento continuarão a ser formas poderosas de estimular o aparecimento de alguém motivado para o fazer.

Luís Covas
17 Mai 2013

Atrevo-me a dizer que podemos abusar de opinar e refletir das mais variadas formas, mas sempre com a noção do contributo que se poderá dar nesta área de desenvolvimento, na tentativa de transformar a nossa realidade em algo diferente, esperando que seja para melhor.
Numa altura em que tudo se põe em causa, temos uma oportunidade de luxo para provarmos que as pessoas ligadas ao desporto podem constituir uma massa crítica capaz de o ajudar a implementá-lo e fazê-lo crescer. Mas não serão com ideias e medidas avulsas que o conseguiremos. Teremos que elaborar projetos de continuidade planos de desenvolvimento desportivo e distribuir as áreas de intervenção pelos diferentes sub-sistemas educativos e desportivos existentes. Temos de reconhecer que o modelo de desenvolvimento desportivo em vigor, no nosso país, esta caduco e desatualizado, os recursos são cada vez menores e a continuarmos com o “status” atual acabaremos por ver desaparecer uma área vital da nossa sociedade, quer seja laser, competição ou um bem para a saúde. É imperioso que os diferentes parceiros se sentem na mesma mesa, deixando as suas quintas, e reconheçam que este não é o caminho a seguir. Certamente, que dando as mãos conseguiríamos encontrar modelos formativos, competitivos ou de recreação para satisfação de toda a sociedade. Mas a nossa história permite-nos expressar preocupações sobre como caminhar num futuro relativamente próximo. Seremos capazes de inovar perante novos paradigmas de desenvolvimento e sustentabilidade do Fenómeno Desportivo? Estaremos predispostos em seguir o rumo certo? Tenho dúvidas mas uma função mobilizadora de governantes e especialistas na matéria poderia ser um arranque decisivo para que no futuro o desporto seja uma mais-valia para todos. Com certeza que governantes e dirigentes tudo farão para que o desporto se torne atraente, inovador e sustentável. Os Pais certamente continuarão a considerar o desporto como uma ferramenta educativa poderosa e acompanharão de diferentes formas a prática dos seus educandos. Assim sendo a nossa sociedade acreditará no projeto de desenvolvimento desportivo com garantias de mais e melhores oportunidades. É sob este lema que deveremos agir  e acreditar e que esta oportunidade possa tornar-se realidade.




Notícias relacionadas


Scroll Up