Fotografia:
Amarelo… perigo… danger

A nível mundial, nesta era globalizante, toda a gente alerta para o perigo amarelo…referindo-se a um País (China) que tem uma bandeira…vermelha; quando tiramos a carta de condução e “estudamos” o código, aprendemos que nos semáforos o sinal amarelo representa perigo, porque logo a seguir vem o…vermelho; Quando jogamos futebol e somos admoestados com o cartão… amarelo, também ficamos em perigo…de exclusão pois o cartão que se segue é também ele…vermelho.

Carlos Mangas
16 Mai 2013

Na Alemanha, país que nos governa e onde normalmente é o vermelho (Bayern) quem lidera, no ano transato foi um clube de amarelo (Borússia Dortmund) que venceu a Bundesliga, e esse mesmo clube no presente ano, na Champions, eliminou quem lhe apareceu à frente, Real de Mou incluído, e… está na final com os vermelhos do Bayern.
Por tudo o que mencionei anteriormente, não percebo porque é que dois clubes que equipam de vermelho (SCB e SLB) não prestaram a devida atenção a estes sinais de perigo que provinham de todos os quadrantes, todos eles amarelos e relacionados com o vermelho. Será que levaram à letra o estudo do cientista alemão (Johann Wolfgang von Goethe) sobre as cores em que este concluiu que o amarelo é uma cor que causa alegria. Esqueceram-se por certo de perguntar, a quem causava alegria? Estudando cromoterapia verificariam que sendo o amarelo uma cor inspiradora pode também provocar alguma distração e perda de foco.
Talvez por isso, o SCB com dois conjuntos equipados de amarelo perdeu no recente campeonato nove pontos que dariam para estar neste momento confortavelmente instalado na 3.ª posição com muitos pontos de avanço do perigo amarelo mais próximo. Também o SLB que andou a festejar durante parte da época com vitórias “limpinhas”, ainda tinha, e não o previu, um perigo amarelo à espreita, motivo pelo qual está em vias de não conquistar o título que já andava a ser comemorado há imenso tempo. Nem os (verdes) sportinguistas se podem rir pois ficaram completamente arredados das competições europeias, e neste momento quem se apresta para ocupar o seu lugar é uma equipa que veste de…amarelo. Até na 2.ª Liga, onde ninguém dava nada por eles, o Arouca, que por sinal equipa de…amarelo garantiu a subida à primeira Liga em compita com equipas multicolores e que estariam mais apetrechadas para conseguir esse objetivo.
Mantendo a discussão colorida, os azuis e brancos parecem avisados que ainda têm um perigo amarelo na última jornada e recusam-se festejar por antecipação. Entendo que fazem bem por tudo o que foi dito anteriormente e porque na 2.ª liga, o 1.º classificado que também equipa de azul, perdeu recentemente em casa com os amarelos que os acompanham na subida.
Passando para a Europa do futebol e atendendo às finais europeias que se aproximam, mantenho a minha preferência pelos vermelhos. Na Champions gostaria que vencesse o Bayern, evitando que o Borússia de Dortmund ocupe um lugar no pote 1 da Champions, possibilitando assim ao nosso País ter duas equipas nesse pote, com as vantagens que podem advir na possibilidade de apuramento para os oitavos de final que nos dão pontos para a contabilidade europeia e euros para relançar a economia.
Na Liga Europa, assumo sem problemas a minha preferência pela vitória do SLB. Vitória essa que, se as cores voltarem a ter influência, prevejo difícil porque os equipamentos habituais do Chelsea, são o azul ou o…amarelo. Aos meus amigos portistas peço desculpa por não os ter apoiado nas últimas finais (europeia e nacional) em que o seu clube esteve, mas tal explica-se facilmente porque do outro lado estava…o SCB.
PS – Escrito antes da final da Liga Europa




Notícias relacionadas


Scroll Up