Fotografia:
A recuperação dos verdadeiros valores humanos (27)

Como consequência lógica do desleixo perante os grandes valores humanos ou da sua substituição por outros meramente hedonistas e até, na maioria dos casos, da sua renegação, a sociedade acabou por mergulhar num materialismo atroz que vem cerceando o homem por uma teia venenosa e atrofiadora do seu crescimento harmonioso e integral. O egoísmo, a ganância e o atropelo dos mais elementares direitos humanos encarceraram a sociedade moderna numa armadura invisível que a manieta nos seus movimentos libertadores.

Artur Gonçalves Fernandes
4 Out 2012

O dicionário Webster define materialismo como “doutrina em que os únicos ou mais altos valores ou objetivos se encontram no bem-estar material e no fomento do progresso material. Preocupação ou importância dada mais a coisas materiais que intelectuais ou espirituais.” Vivemos numa era em que a força e a ânsia dominantes na vida são as riquezas acumuladas, mesmo que desonestamente. A vida tornou-se numa luta desenfreada pelo lucro sem limites e sem olhar a meios. No entanto, e por isso mesmo, apenas uma minoria consegue esses intentos devido a várias circunstâncias que a favorecem e, muitas vezes, com o conluio, o beneplácito e a ajuda descarada e comprometedora dos governantes que lhe facilitam o esbulho do erário público. A vida tornou-se numa luta pelo ganho usurário dos poderosos, fazendo do homem um escravo do material, do artificial, do prazer, das aparências e do fascinante desregrado. O materialismo capitalista implica uma competição renhidíssima em que cada um dos possuidores de riquezas colossais tenta exceder e superar os demais no seu património escandaloso. Quando acordará o homem, para ver que pode viver uma vida mais modesta, mais livre, mais feliz e mais tranquila, se não estiver sobrecarregado e assoberbado por excessivos bens materiais? Onde estão a alegria e a tranquilidade interiores dos detentores dos patrimónios avultados conseguidos à custa da exploração dos trabalhadores simples e honestos? É preferível levar uma vida sóbria e bonançosa, mesmo possuindo um património mais ou menos confortável, adquirido honestamente, onde não há lugar a rebates de consciência, do que arriscar tudo (a seriedade, a justiça e a solidariedade) numa luta insana e gananciosa só por bens físicos ou tangíveis.
O dinheiro é um vassalo cujo valor depende do uso que se lhe der. A verdadeira riqueza é aquela que se apoia sempre em valores legítimos. Quantos salários reclamam por justiça social? Quantos desempregados agitam a consciência dolorida daqueles que contribuíram, injusta e desonestamente, para essa situação? O brilho do dinheiro fácil e a ânsia dos bens excessivos encadeiam o discernimento do homem, não o deixando ver os valores reais da vida.
Quando nos convencermos de que as coisas materiais são todas temporárias e efémeras é que vemos quão importante é o nosso mundo ético e espiritual e o seu adequado desenvolvimento. É esta a base para uma vida plena. Poucos se apercebem do alto preço pago por alguns dos bens materiais que possuem. Thoreau disse: “O custo de qualquer coisa é a quantidade de vida que temos de dar por ela, seja imediatamente ou mais tarde.”
Uma das maiores fontes atuais de perturbação de muitas pessoas é a ambição desmedida e desenfreada. Para elas, o dinheiro e outros haveres tornam-se obcecantes, transformando-se em seus escravos. Nada temos contra o dinheiro. Ele permite-nos comprar aquilo que nos faz falta. Se uma boa casa, com condições propícias para uma vida saudável, é útil, então pode-se comprar, quando possível, com dinheiro; se o descanso é proveitoso, ele pode ser-nos proporcionado, de um modo confortável, por meio do dinheiro; se viajar é um prazer, também com dinheiro se pode conseguir; se ajudar os amigos e auxiliar os necessitados é um privilégio, o dinheiro preciso para o fazer é uma bênção. O dinheiro deve guardar-se no intelecto e não no coração, pois a verdadeira felicidade só se encontra no interior humano. As grandes qualidades morais é que são a nossa verdadeira riqueza.




Notícias relacionadas


Scroll Up