Fotografia:
Como combater a obesidade infantil

O número de crianças obesas continua a crescer assustadoramente tendo-se acentuado em mais de 50%, ao longo das últimas décadas. Estes números praticamente duplicaram o que deve ser preocupação de todos os cidadãos. Pais, familiares, profissionais de saúde e entidades governamentais devem estar preocupados com a evolução deste estado de coisas porque a continuar assim o futuro será de uma sociedade pouco risonha.

Luís Covas
8 Jun 2012

É que as crianças obesas têm um elevado risco de se tornarem adolescentes e adultos obesos. Por sua vez, os adultos obesos podem ter várias complicações de saúde, como as diabetes, problemas de coração, pressão arterial elevada etc.
As crianças podem tornar-se obesas por variadas razões e as mais comuns são fatores genéticos, falta de atividade física, padrões de alimentação pouco saudáveis, ou uma combinação destes fatores.
Os hábitos alimentares de uma criança e o grau de atividade física desempenham ambos um importante papel na sua saúde e peso. A crescente popularidade da televisão, computadores, playstations e outros fenómenos tecnológicos de interacção virtual contribuem para a inatividade física e sedentarismo desde tenra idade. O tempo médio que uma criança passa a ver televisão é muito elevada, tempo que poderia ser passado a praticar um desporto ou uma atividade física.
Atividade física regular, em combinação com uma alimentação saudável, é a forma mais eficiente de controlo de peso que existe. Não será difícil captar uma criança para a prática do exercício físico, mas se não houver na família quem sirva de incentivo talvez não seja a criança a tomar a iniciativa. Seja um modelo para o seu filho. Se uma criança vê que você é fisicamente ativo e diverte-se ao sê-lo, o mais provável é que imite este comportamento, aprenda a gostar de desporto e continue a praticar desporto ao longo de toda a vida.
Devemos procurar atividades em conjunto com a família ou amigos para que sejam mais divertidas e ao gosto das crianças. Jovens com excesso de peso podem sentir-se pouco confortáveis em participar em determinadas atividades. É fundamental, para desenvolver o gosto pelo desporto, ajudar a criança a encontrar atividades que não sejam particularmente difíceis ou embaraçosas. Outro fator fundamental é reduzir a quantidade de tempo que se passa em atividades sedentárias, como televisão, vídeo ou internet.
Uma alimentação saudável desde tenra idade ajuda a criança a olhar para a comida de forma equilibrada e necessária para o crescimento, desenvolvimento e fonte energética.
Apesar de ser importante ter cuidado com as gorduras, sal e açúcares nos alimentos que são fornecidos às crianças, todos os alimentos têm um papel moderado mas importante na alimentação. Devemos procurar fazer das refeições atividades divertidas e saudáveis, com conversas e histórias, e não um tempo em que se discute ou se está de mau humor. Se as refeições forem períodos desagradáveis, as crianças irão comer depressa para se levantarem da mesa e podem associar a alimentação com o stress.
As crianças aprendem depressa, e aprendem pelo melhor exemplo. Ser um bom exemplo para os seus filhos ao comer uma variedade de alimentos e ser fisicamente ativa vai ensiná-los a um estilo de vida e hábitos alimentares saudáveis que podem seguir pelo resto das suas vidas.




Notícias relacionadas


Scroll Up