Fotografia:
Caro Alfredo,

Por ocasião do conclave, através do qual Deus concedeu à sua Igreja e ao mundo o novo Papa, Bento XVI, fui autenticamente “bombardeado” por todos os Media, para também eu dar os meus palpites, se não fosse a respeito do nome do cardeal a eleger, pelo menos quanto ao perfil do novo Papa. Sempre fui dizendo que não. Parecia-me que essa não seria certamente a melhor forma de rentabilizar o meu tempo. Pediria a Deus, isso sim, que os cardeais eleitores se deixassem e só tocar pela preocupação de escolher aquele que melhor concretizasse os seus planos e melhor respondesse às necessidades do mundo de hoje. Eleito, é Pedro e acabou. Quero dizer, e começou.

N/D
24 Abr 2005

.




Notícias relacionadas


Scroll Up