Fotografia:
Não há quem lhe ligue patavina!

Cá pelo burgo continuam a “morar” muitos popós abandonados por zonas de estacionamento que muita falta fazem aos automobilistas.

N/D
11 Abr 2005

Algumas dessas “carroças” são deixadas ao vento e à chuva, por tempo sem fim, pelos seus respectivos proprietários, talvez “resguardados” por uma segunda viatura.
Mas há casos, contudo, em que os popós aparecem de um dia para o outro em determinados locais, e ali ficam “instalados”, a guardar vez numa fila imaginária, até que regresse a Primavera! Ninguém lhes conhece o dono e, pouco a pouco, vão-se transformando em trastes velhos…

É este o caso do popó que vossas mercês vêem claramente visto no “boneco” que acima se reproduz.

Veio parar a um pequeno parque de estacionamento existente na rua de Santa Margarida e ali está há longo tempo. Um espelho já foi desta para melhor e um farol também já deu de frosques…

Será que foi abandonado após furto? Se foi, não é já tempo de as autoridades irem lá ver o que se passa e tratar do “caso”?

Se não foi, será bom que o proprietário que lá o “colou” ao solo, não o deixe ficar ali até que só lhe reste o caroço e lhe nasçam, pela base, as habituais ervas daninhas!

É que se uma coisa ou outra não for feita depressinha, então… boa vai ela!!!




Notícias relacionadas


Scroll Up