Fotografia:
Braga vai mudar!

Escrevo a propósito do lançamento da coligação que se propõe ganhar a Câmara Municipal de Braga, nas próximas eleições autárquicas.

N/D
22 Mar 2005

Foi dado o apito inicial que autorizou o pontapé de saída para a divulgação de um projecto novo para Braga. PSD, CDS e PPM uniram-se naquela que é a coligação “Juntos por Braga” e que tem nestes partidos os “obreiros” da sua existência.
Este é um projecto que se pretende de Braga, nas suas mais diversas representações.

Não é uma lógica de partidarite aguda que está na origem desta união de forças, que certamente irá merecer a confiança dos bracarenses, mas antes uma lógica de inclusão de todos aqueles que não se revêem na gestão casuística, perfeitamente viciada pelo ópio do poder, de que a cidade tem sido vítima nas últimas décadas.

O que estes três partidos fizeram foi dar o tom para aquela que esperamos ser a “sinfonia” dos bracarenses, que promoverá o reencontro dos cidadãos com a sua cidade.

Esta é a coligação de todas as associações e representações cívicas, culturais ou sociais que se queiram associar a um plano de renovação, de evolução da cidade de Braga, projectando assim um futuro melhor para as gerações que se avizinham.

Este é o projecto de Braga… da sua essência, da sua identidade! Não é o plano de negócio de A ou B, não é a oportunidade para esta ou aquela empresa, não é a empregabilidade municipal daqueles que de outra forma não arranjariam emprego.

Esta plataforma tem caras, conhecidas pelo seu valor individual, pelo seu sucesso na vida privada, que em nada precisam da política para serem alguém na vida. Todos têm carreiras, todos têm obra feita e o seu percurso político é com a noção de serviço público, de contribuição com os seus conhecimentos, com a sua experiência para a construção de uma cidade melhor.

Alguns fizeram da política o seu modo de vida, fizeram dos seus cargos públicos o instrumento de enriquecimento pessoal, fizeram da sua cadeira o verdadeiro trono daqueles que nada fazem para serem governantes.

Nunca se lhes conheceu outra actividade notória além da actividade política, até porque o tempo os fez esquecer os motivos pelos quais estavam ali, à frente dos destinos da terceira maior cidade do país.

O poder está velho, gasto, viciado e completamente vendido aos lobbies deste ou daquele sector, deste ou daquele interesse, deste ou daquele instrumento de enriquecimento fácil e turvo.

Acima de tudo por Braga, sempre com Braga, esta é uma coligação que une a experiência de uns, com a juventude de outros. É a coligação que tem na frente dois jovens que muito provaram já na sua vida privada e cuja política se afigura como um meio de colocar esse sucesso, essa experiência e também a irreverência típica de alguma juventude, ao serviço de Braga e dos bracarenses!

Falo-vos da irreverência que em tantas alturas foi fundamental na história de Portugal, que tantas vezes é provocadora da onda de progresso sustentado tão essencial à cidade. Falo-vos também da experiência daqueles que já têm uma vida recheada de momentos, de ocasiões, de observância que servem como alavanca cautelosa da irreverência da juventude.

Esta é a verdadeira mistura de gerações, o verdadeiro movimento geracional que servirá Braga e os bracarenses a partir de Outubro deste ano.

Todos estão convidados, todos devem estar presentes neste movimento, nesta coligação que ultrapassa todas as barreiras político-partidárias para abraçar definitivamente a sociedade bracarense e derrotar aqueles que, ao longo de três décadas venderam a cidade aos interesses de um grupo reduzido de personagens que enriqueceram, “engordaram”, à custa da veleidade de um poder egoísta, desonesto e verdadeiramente virado para si mesmo e não para os cidadãos…

Braga precisa de melhores dias, de nova ideias, de novas gerações… e como tudo tem um início, é aqui que se escrevem as primeiras linhas da nova história da cidade!

Sejam bem-vindos ao futuro da Cidade de Braga, contamos com a vossa participação!




Notícias relacionadas


Scroll Up