Fotografia:
E quando a autoridade não tem razão?

A Escola Básica 2 e 3 de S. Torcato, em Guimarães, dispõe de um Parque de Estacionamento Privativo, para uso exclusivo da comunidade escolar.

N/D
23 Fev 2005

Ora, a ideia seria óptima, se o referido parque não estivesse constantemente invadido por carros estranhos à escola.
De forma a combater esta invasão, os responsáveis pela gestão escolar optaram por identificar todas as viaturas pertencentes a membros da comunidade escolar. Mas, qual não é o espanto, quando mesmo com o selo colado no vidro, há professores que têm sido autuados.

O caso torna-se ridículo, quando o mesmo professor é autuado no espaço de menos de um ano, com o mesmo carro e pelo mesmo agente.

O professor pela segunda vez reclama a autuação e são-lhe exigidas provas e testemunhas. E ao senhor agente, quem lhe pede provas e testemunhas? E se o senhor agente decidir multar todos os dias o referido professor?

O melhor será não sair do carro e dar aulas em sistema de vídeo-conferência ou pedir uma sala com vista para o parque. A situação é realmente caricata. Fica a pergunta: O que fazer quando a autoridade não tem razão… nem visão!




Notícias relacionadas


Scroll Up