Fotografia:
Um “recado” para… girafas!

Na Rua Visconde Nespereira, que liga o Campo da Vinha ao Mercado Municipal, ali mesmo em frente ao Quartel da GNR, existe um prédio que está mais “torcido” do que a política portuguesa.

N/D
14 Fev 2005

No intuito de prevenir a populaça para os perigos que corre se passar por ali com a tola ao léu, alguém colocou um “recadinho”, a letras vermelhas, onde se afirma: Cuidado, perigo de desabamento.
Como é mais claro do que a água suja, o “aviso” é bem necessário – pois todo o prédio está num oito, podendo mandar alguém desta para melhor sem que essa pessoa saiba por que motivo vai fazer companhia aos anjinhos!

O problema é que o aviso foi colocado no… telhado!!! Ou seja: como as pessoas que ali passam não são girafas, ninguém “descobre” o dito cujo, e continua-se a passar por ali como se nenhum perigo houvesse…

Ora, como aquela rua dá acesso ao Mercado, são milhares as pessoas que ali passam semanalmente, tanto mais que, ali a dois passos (no Campo da Vinha) existe uma paragem de autocarro, pelo que há mais pessoas a zarpar por aquela zona do que moscas no verão em esgoto a céu aberto!

Se o prédio está à beira da derrocada (e está!), seria bom que o “recadinho” estivesse à altura das cabeças, por forma a que não escapasse à visão das pessoas. Aliás, bem vistas as coisas à luz do “Canudo”, todo o passeio deveria ser “trancado”, evitando-se, dessa forma, qualquer margem de perigo…

Se o “aviso” que lá está é só para, em caso de acidente, alguém lavar as mãos de responsabilidades, isso é muito triste! Se se pretende mesmo que as pessoas tenham cautela, então não seria de colocar o aviso em local bem visível? E por que não tapar toda aquela zona até o “caso” estar resolvido?

Ou será que se pensa que as pessoas são girafas, para poderem ler avisos nos telhados? Se se pensa assim, então… muito boa vai ela!!!




Notícias relacionadas


Scroll Up