Fotografia:
Uma estrada de… morrer!

Os acessos à rotunda existente na Rua Cidade do Porto, em frente à Grundig (estrada Braga-Porto), é uma daquelas “obras” dignas de se ver em qualquer parte do Universo – e muito especialmente em… Marte!

N/D
7 Fev 2005

Ora vejam vossas mercês: quem se desloca do Porto em direcção ao nosso burgo, tem apenas uma faixa de rodagem, mas como à saída da rotunda nada está assinalado, alguns automobilistas mais desprevenidos “enfiam-se” pela faixa onde circulam os carros que seguem em direcção contrária…

Mas, pior do que esses, estão os condutores que seguem em direcção ao Porto: os que vão na segunda faixa (a chamada “faixa de velocidade”) chegam a dois passos da Rotunda e, sem qualquer aviso que não seja um triangulozinho pintado junto da dita cuja, são obrigados a deslocar-se para a faixa da direita (onde habitualmente há fila), provocando autênticos ziguezagues, enormes apitadelas e uma confusão dos diabos mesmo em cima da Rotunda!

Não se percebe por que motivo não há sinalização no solo a indicar, atempadamente (isto é: ainda longe da Rotunda) que se vai “perder” uma faixa para entrar na “redondinha”, de modo a evitar aquela permanente bagunça a poucos metros da mesma!

E mais: a “seta” que a foto mostra está no meio de uma faixa de rodagem, quando devia ter sido pintada numa área de separação de “sentidos”… Por outro lado, continua por pintar uma linha contínua que impeça os veículos que saem de “parques” anexos à faixa Braga-Porto de passarem para a faixa de sentido contrário.

Já lá morreram pessoas por causa disso, e tudo continua como dantes!

Não podem os senhores Mandantes solicitar a quem perceba da poda que vá lá orientar, in loco, os senhores “pintores”, de modo a evitar-se, de uma vez por todas, aquela enorme confusão de narizes?

É que mandar para lá “pincéis” à toa, já se viu que não resulta… Ou será que não existem “peritos” na matéria? Se não há, então… boa vai ela!!!




Notícias relacionadas


Scroll Up