Fotografia:
Fonte do Ídolo

Muitas pessoas se perguntam quando abrirá ao público. É a curiosidade natural de ver como foi resolvido o problema do difícil acesso a este monumento ímpar.

N/D
5 Fev 2005

Por que não abre? Ainda não está tudo pronto? O que se vê é uma entrada com um parapeito de granito e uma parede de chapa que a ferrugem vai corroendo, mesmo antes da inauguração.
Estou um pouco inquieta a respeito do resultado final. É que, ao contentamento de ver restaurados os monumentos, tem-se juntado uma certa desilusão, devida ao excesso de “limpeza”.

O último foi a igreja da Misericórdia. Está muito bonita; mas aquelas caras dos medalhões da fachada, que eram tão bonitas, ficaram abatatadas, com as feições apagadas, como se, de súbito, tivessem sofrido uma erosão de séculos. Por isso receio que o já desgastado monumento do Ídolo tenha sofrido com a “limpeza”, apesar da dureza do granito nativo.

Se um dia se lembram de “limpar” a Capela dos Coimbras, vai ser o fim…




Notícias relacionadas


Scroll Up