Fotografia:
Acessos ao S. Marcos e não só

1. Fiquei estupefacto, um destes dias, em visita ao Hospital de S. Marcos. Estupefacto e surpreendido… Aliás, direi que me pareceu ter penetrado em algum jogo de mistério tipo Agatha Christie…

N/D
20 Jan 2005

Dir-vos-ei agora porquê: Pois meus amigos, o novo edifício das urgências do Hospital de S. Marcos é bonito, talvez mais eficiente, mas para meu pasmo e de muitos utentes não tem acesso de peões! Situação absolutamente escandalosa. Pede-se a quem de direito, corrija esta aberração citadina!

2. Às vezes fico surpreendido e atrito com coisas que vejo nesta cidade. Pois, não é que vim a saber que na Praça Carlos Amarante, mesmo ao lado do “horrível” edifício do Centro Comercial Santa Cruz, existe outro (cinema S. Geraldo) que é propriedade da diocese de Braga?

Pois, este mesmo antigo local de cultura, que ocupa o lugar do nativo (demolido infelizmente…) Mosteiro dos Remédio está num lastimável estado de conservação, o que não fica nada bem à Igreja e à Câmara de Braga… Ainda mais nessa praça magnífica, onde impera o Mosteiro Hospital de S. Marcos e a igreja de Santa Cruz de Jesus Cristo, oferecida à cidade por uma rainha de Portugal. Deus salve a sua alma!

É uma graça tão histórica, um edifício da Igreja, com tamanha degradação – que vergonha! E não há alguém que faça nada? E porque não transformá-lo num centro de acolhimento aos necessitados? Ou numa casa para os jovens de paróquia?
Aqui fica a ideia e, repito, e a indignação! Oxalá produza bom efeito!




Notícias relacionadas


Scroll Up