Fotografia:
“Acessibilidades”?…

Na minha caixa de correio foi colocado um “Infomail” dirigido aos Munícipes pelo Presidente da Autarquia, onde se dá conta de um estudo de opinião da Comissão Europeia – “Urban Audit Perception Survey” – e se reafirma que ”É bom viver em Braga”…

N/D
4 Jan 2005

Diz-nos então o nosso Presidente da Autarquia, que as cidades são feitas para as pessoas, e que o estudo de opinião permitiu avaliar o grau de satisfação dos cidadãos…
Na sequência da visita efectuada pela CMB, na pessoa do seu Presidente, ao novo Arranjo Urbanístico de uma nova praça nas imediações da Rua Dr. Egídio Guimarães, na zona de Lamaçães, aproveitei para, num dos meus passeios pedestres pela cidade, visitar o local.

Do que está bem feito não tenho por hábito falar, já que entendo ser um dever e uma obrigação de quem gere os dinheiros públicos. O que não consigo calar, isso sim, é o que contradiz opiniões eleitoralistas e deveria ter sido acautelado e corrigido atempadamente… e não o foi…

Vem isto a propósito do que vi na referida Rua – que ainda não está totalmente construída – e já deu guarida a, no mínimo, duas situações que são de “bradar aos céus”.

Não é que o acesso às garagens de dois prédios foi feito com sacrifício do passeio?

Como é possível fazer-se tal coisa no inicío do Século XXI?

Abordei um cidadão sexagenário que saia de um dos prédios, que me deu a entender, ser Bracarense “de gema”… dos que se identificam com o slogan “É Bom Viver em Braga…”

Ao ser questionado sobre as razões que permitiram a construção dos dois prédios eliminando o passeio, “candidamente” me respondeu:

“Meu amigo… eu fui entrevistado lá para esse inquérito que diz que “É Bom Viver em Braga” e votei a favor… e só não entende quem não gosta da Câmara e do seu Presidente, e olhe… quanto às rampas das garagens… só prova que a Câmara está atenta, porque, segundo dizem… facilita as Acessibilidades {às garagens}…”

E… esta???




Notícias relacionadas


Scroll Up