Fotografia:
Discriminação

Cultiva-se na sociedade, cada vez mais, a discriminação. Em consequência disso, crescem as rupturas, os conflitos… Os velhos versus os jovens, a “geração de sessenta” versus a “geração rasca”, os auto-apelidados corajosos versus os cobardes, os nativos versus os estrangeiros, os lisboetas versus os restantes portugueses.

N/D
10 Nov 2004

Exemplos não faltam. Já agora deixem-me apresentar dois pequenos exemplos:
1. Com a excepção dos moradores em Lisboa, quem desejar visitar o castelo de S. Jorge vai passar a pagar a entrada. Se a moda pega, lá teremos os portugueses, com excepção dos moradores locais, a pagar a entrada na Sé de Braga, na igreja dos Clérigos do Porto, no Jardim Botânico de Coimbra, no Centro Histórico de Faro.

2. Recentemente, num artigo de opinião intitulado “Geração doente” (Público, 1/11/2004), a jornalista Graça Franco resolveu contribuir para a discriminação de uma geração. Para tal, elegeu como representante dessa geração “uma jovem socióloga de 26 anos a frequentar o mestrado” que, a propósito da praxe académica, confessou o seguinte: «optei por me impor e recusei participar nas praxes, sem nunca ser posta de parte. Limitei-me a aparecer nas aulas após o fecho das praxes, alegadamente por estar doente».

É certo, como escreveu a jornalista, que «enfrentar o sistema» e «dizer não» (quando se impõe) são atitudes corajosas, mas não é com o título e a conclusão desse artigo – «Na minha geração os que “optavam” assim tinham um nome: cobardes (…)» – que se conseguirá invocar valores fundamentais.

Na minha geração?!… Há valores que devem perdurar. Devem mesmo ser constantemente relembrados, nos meios de comunicação social ou na escola. O respeito mútuo é um deles.

PS – Outras discriminações: Será justo avançar para taxas moderadoras diferenciadas nos hospitais públicos? Para a isenção de portagens nas SCUT, no caso de residentes locais? O “ranking” das escolas, elaborado de forma redutora, será útil para os pais, alunos ou professores?




Notícias relacionadas


Scroll Up