Fotografia:
800. Meu caro Zé:

1 Este país nunca mais tem conserto! Da política à economia, da educação à justiça, da saúde à segurança, do futebol ao jornalismo… a conclusão é óbvia: a coisa está mesmo preta!

N/D
13 Out 2004

Olha só o estardalhaço, o desconserto que foi a saída de Marcelo Rebelo de Sousa da TVI! A ponto de o próprio presidente da República meter a colherada na argamassa, como se de um assunto, grave e sério, de Estado se tratasse!
E, afinal, a coisa é bem simples e resume-se ao eterno dilema de quem manda na capoeira! Ou seja, os homens da política tentam controlar os homens do dinheiro e vice-versa!

O que está mais do que evidente nas falsas retomas económicas, nas permanentes recessões, na refinada política da tanga! Serenamente, delirantemente, no aperto inusitado do gasganete nacional!

E isso vê-se, mesmo a olho nu, por quem quer ver, na luta pelo controlo cerrado dos meios de comunicação social, ora por uns, ora por outros. Pois são os media que, obviamente, de quarto poder passaram a segundo, senão a primeiro, e, como tal, despertam esta assanhada cobiça! (O exemplo que vem de Itália com Berlusconi colhe por cá adeptos e seguidores).

E, vivendo nós numa sociedade onde o ter suplanta de longe o ser, o dinheiro faz poder! Quem o tem pode influenciar, controlar, corromper. Até o poder político!

2. Ora, meu velho, se pararmos um pouco para olhar à nossa volta e pensar, são os patrões das televisões, sobretudo, quem detém, efectivamente, a maior fatia de poder. E quando pensamos na luta de audiências que se desenrola, a conclusão é clara: estamos entregues à bicharada! É o salve-se quem puder! É o quanto pior, melhor!

Daqui, o telelixo que nos vendem através de escândalos e sensacionalismos que envolvem as notícias e promovem uma televisão de choque e mediocridade! E isso está bem patente na programação que passam, mais para cativar audiências do que para formar e informar o telespectador!

Queres um exemplo, caro Zé? A actual Quinta das Celebridades, na TVI, já para não falarmos no despudorado Herman-Sic! Então, aquilo é que são Celebridades? O que terão feito assim de tão útil, nobre e social para merecerem tal epíteto?

E, depois, que temos nós a aprender com eles? Os trejeitos de Castelo Branco? As boçalidades de Ferreira Torres? A quequice de Cinha Jardim? Os enjoos de Ana Maria Lucas? Etc. etc. etc? Decerto, só se for a esperteza que revelaram em sacar chorudos cachês por actuação tão foleira e boba!

Por amor de Deus, poupem-nos a tão obsceno como medíocre espectáculo de Celebridades! Mal por mal, mandem-nos outra vez o Zé Maria que, ao menos, a sua pacovice sempre é um produto made in Portugal!

Agora, meu velho, compreendes porque é que o país vai como vai e está como está! E o povo continua tão raizeiro e bronco! Não fora o poder sempre avesso a um povo bem formado e informado, educado e culto! E é por isso que lhe dá e vende a toda a hora mediocridade e circo!

É caso para dizer: pobre país que tais Celebridades tem!

Venham daí esses ossos e até de hoje a oito!




Notícias relacionadas


Scroll Up