Fotografia:
Aquilo não bate certo…

Actualmente, o Sameiro é uma das zonas mais bonitas do “triângulo religioso” cá do burgo e, de certeza, um dos mais belos cenários da região.

N/D
20 Set 2004

Os melhoramentos ali efectuados desde há algum tempo a esta parte transformaram aquele recinto de devoção mariana num bonito local, pelo que não é de estranhar que ali acorra um grande número de pessoas, especialmente aos fins de semana – mesmo que não o façam por motivos religiosos, mas apenas para “sentirem” o silêncio daqueles amplos espaços e apreciarem a beleza dos horizontes que dali se disfrutam.

Mas, para além do recinto exterior, também o Santuário propriamente dito sofreu obras, estando agora as suas paredes num estado que agrada à vista, signo de um templo centenário que já mereceu uma visita papal.

Contudo, apesar de se ter “aperfeiçoado” o exterior do templo, alguém esqueceu que nas torres se encontram dois relógios que deviam “dar horas certas”… Mas a verdade é que esses dois relógios cheiram a cebola a grande distância! É que não só estão ambos errados nas horas, como ainda por cima nem sequer afinam pelo mesmo diapasão: um galopa mais depressa que o outro…

Ora, tal cenário, para quem nele repara (e muitos são…), provoca sorrisinhos marotos!
Será isso que se pretende que ocorra naquele local? Se é, então… boa vai ela!!!




Notícias relacionadas


Scroll Up