Fotografia:
Um convite aos eurodeputados

A Comunidade de Emaús convidou os membros do Parlamento Europeu a passar dez dias de convivência e trabalho com pessoas pobres ou marginalizadas, neste período de férias na Europa.

N/D
3 Ago 2004

A proposta foi lançada pelo presidente Renzo Fior, presidente desta Comunidade que se dedica à promoção de pessoas sem-abrigo, assim como pelo fundador, Abbé Pierre, um dos personagens mais populares de França.
Os parlamentares poderão ajudar os membros da comunidade nos seus diversos trabalhos: restauro de móveis usados, reparação de roupa velha, condução de um camião de recolha de bens que a comunidade recebe como gesto de ajuda em muitas cidades.

O Parlamento Europeu tem nova composição, depois do acto eleitoral de 10 e 13 de Junho. A Comunidade de Emaús admite, por isso, que no início do mandato, os parlamentares europeus tenham necessidade de se orientar: conhecer leis, procedimentos, a nova Constituição, antigos problemas que não estão resolvidos, cursos de idiomas….

Mas, ainda assim relança o desafio: «Estamos seguros de que uma experiência de vida pobre, sóbria, de trabalho concreto e, sobretudo, na qual se compartilha a vida de pessoas que tiveram dificuldades de toda a ordem complementará decisivamente a formação humana e política dos que estão chamados a administrar a Europa para garantir o bem-estar comum aos seus cidadãos».

Lançado o desafio, espera-se a aceitação.

E as respostas podem ser dadas para o endereço italia@emmaus.it.

Será que algum eurodeputado se vai inscrever?




Notícias relacionadas


Scroll Up