Fotografia:
A luz ao fundo do túnel ou a promessa saturada da cartilha política?

Com este intróito, congratulo-me pela notícia hoje [23-07-2004] saída na comunicação social, acerca das futuras alterações que terão no nosso Parque da Ponte.

N/D
27 Jul 2004

Local idílico, outrora frequentado por todas as classes sociais, único pulmão citadino, aprazível em todas as estações, caiu aos poucos no olvido e degradou-se de tal forma que se tornou perigosa a sua utilização, devido aos desmandos de toxicodependentes e outros.

Mais calmo ultimamente pela fiscalização, permanência e vivência das associações aí radicadas, dá já um ar de tranquilidade e repouso.

A pista (?) de manutenção física bastante ocupada por jovens e sobretudo pelos menos jovens e as crianças dos infantários e escolas aparecendo com frequência, enchem aquele espaço ajudando o já colorido ambiente.

A Videoteca também presta e dá um grande impulso qualitativo.

Mas o que falta ainda, meu Deus!…

Para ser realmente o Parque que se deseja, aí está a promessa e todos os pormenores do projecto anunciado, não esquecendo entre outros as associações que tão grande contributo dão para o seu engrandecimento.

O que se espera?

Que não seja uma promessa da malfadada cartilha política que da primeira à última página só tem uma única frase: promete…promete…promete…




Notícias relacionadas


Scroll Up