Fotografia:
Outro ponto de vista…

Reconheço que é preciso ser corajoso para afirmar a tantos que o PSD vai ganhar a Câmara de Braga

N/D
28 Mai 2004

Em sede de iniciativa partidária, o actual líder concelhio do PSD afirmou que nas próximas eleições autárquicas o seu partido iria conquistar Braga.
Folgo em sabê-lo. Mas permito-me questionar.

Conquistar o poder em Braga de que forma?

Se retivermos o substantivo do que afirmaram Morais Sarmento, Guilherme Silva, entre outros ilustres dirigentes do PSD, os partidos devem sujeitar-se ao escrutínio eleitoral de forma autónoma, para daí se conhecer a real valia de cada uma das forças partidárias.

Como um dos subscritores do actual acordo da coligação “Juntos por Braga”, defendo, também, neste momento posição análoga à anunciada pelos dirigentes referidos.

Nesse sentido penso que será politicamente acertado que tanto o CDS/PP como o PSD nas próximas eleições autárquicas, em Braga, concorram de forma não coligada para se aferir em contexto eleitoral as suas reais valias.

Não só penso que, estrategicamente, deve ser essa a direcção, como entendo que a fazer fé no que se ouve, este deve ser o caminho a seguir.

Em coerência podemos então parabenizar o actual líder concelhio se conseguir levar ao próximo congresso partidário a conquista do poder na autarquia bracarense, ou então, em caso de derrota, exigir explicações para a estratégia que entendeu seguir.

Este meu ponto de vista, que irei defender no lugar próprio, em sede de Plenário, é alicerçado também na perspectiva de que a lógica da escolha dos candidatos deve começar a ser outra.

Em tempos, no tempo certo, manifestei vontade e interesse em posicionar-me como um dos candidatos, se as coisas evoluíssem da forma anterior, isto é, sem estratégia visível, procurando provocar com essa minha atitude algum debate. Provocou!

Hoje, fico deveras satisfeito ao verificar que pelo menos o PSD já encontrou o seu candidato, que me parece ser o actual líder concelhio.

Não seria seguramente a minha escolha, que iria sempre para um considerado sénior, mas admiro a sua coragem política.

Aliás, reconheço que é preciso ser corajoso para afirmar a tantos que o PSD vai ganhar a Câmara de Braga.

Eu, se hoje ainda defendesse a aliança entre o CDS/PP e o PSD como forças concorrentes ao município bracarense, teria dito o mesmo, mas de forma diversa: teria afirmado que a coligação “Juntos por Braga” vai ganhar o poder, para que o poder fosse uma nova forma de servir as pessoas.




Notícias relacionadas


Scroll Up