Fotografia:
Dia mundial do estudante

É hoje o dia mundialmente a ti consagrado, caro estudante. Alguém (muita gente, com certeza), ao querer que houvesse, no ano, um dia especial em que serias tu o centro de todas as atenções, revelou uma convicção: ser estudante é um direito, um dever e uma responsabilidade.

N/D
24 Mar 2004

Direito, porque a educação, sendo imprescindível em qualquer sociedade viva, vivificada e vivificadora, não teria razão de ser sem que haja estudantes. Os “direitos do homem” implicam e exigem o direito ao desenvolvimento intelectual; este, porém, cumpre-se normalmente com o ensino/ aprendizagem, no centro dos quais estás tu, caro estudante…
Dever, já que, após o acima referido, sendo tu um cidadão, um elemento, perfectível e rendoso da e para a sociedade, esta ficará mais pobre, menos evoluída e progressiva sem a tua colaboração de estudante que deseja mais, indo mais além…

Responsabilidade, visto que tu, estudante, representas os cérebros, os guias, os cientistas, os corifeus e os obreiros do “amanhã” que, contigo e por ti, poderá e deverá ser melhor e mais fecundo… Chamares-te e seres, efectivamente, estudante equivale a dizeres e sentires que nas tuas mãos está uma poderosa e imprescindível alavanca do progresso, individual e colectivo…

Quando a comunidade investe muito do seu rendimento na tua formação e educação física, moral, intelectual e afectiva, tal significa que gastar com os estudantes que o são de facto é não desperdiçar mas sim, criteriosa e sensatamente, investir. É semear, olhos postos na copiosa e saborosa colheita…

Sendo assim, meu caro estudante, este dia, a ti mundialmente consagrado, visa tão somente chamar a atenção da sociedade para o valor da educação e despertar em ti a ufania e responsabilidade de estudante.

Se desperdiças o tempo e malbaratas quanto em ti foi investido, não mereces o nome honroso que usufruis e nem sequer foste um bom cidadão… Eia, pois, mãos ao arado e olhos na bússola que te aponta o norte…! Não permitas que a semântica desse vocábulo nobre e positivo – estudante – evolua negativamente, corrompendo-se ao ponto de transformar-se em sinónimo de preguiçoso, malandro ou coisas pior…!

Mais: não esqueças que deves explorar ao máximo as tuas capacidades intelectuais ou artísticas, não aceitando ficar aquém dum além que te sorria e bem podes alcançar…! Trava uma luta perene contra a tentação da mediocridade, do nivelamento por baixo…! No teu campo de acção, bem poderás ser solidário e competitivo, ao mesmo tempo… Se tens asas para ser águia dos píncaros, não te contentes com voos rasantes de andorinha…!




Notícias relacionadas


Scroll Up