Fotografia:
Chover no molhado (29)

Oamor é o que de melhor podemos ter e o que de melhor podemos dar.

N/D
11 Mar 2004

O amor é inteligente. E a inteligência deve, então, participar do amor. Pois é do melhor que podemos ter.
O amor é afecto. O afecto é a unidade de emoção e sentimento. E o afecto deve, pois, participar do amor. Pois é do melhor que podemos dar.

O amor é vivência da vida. E a vivência da vida deve, sem peias, participar do amor. Pois é do melhor que podemos ter.

O amor é dinâmica que derruba fronteiras. E a dinâmica que derruba fronteiras deve participar do amor. Pois é do melhor que podemos ter.

O amor é ajustamento. É integração. É abertura. É aceitação. É liberdade. O ajustamento, a integração, a abertura, a aceitação e a liberdade devem, sem enjoos nem entraves, participar do amor. Pois é do melhor que podemos ter.

O amor é disponibilidade. E a disponibilidade deve, diligentemente, participar do amor. Pois é do melhor que podemos dar.

O amor é o Uno. E o Uno é amor. E, se puro, é Deus. Mas o Uno também convém ao nosso ser profundo. Por isso o nosso ser profundo é, como lhe convém, amor. E tal Uno manifesta-se na unidade. E a unidade revela-se na organização. E a organização fortalece-se na ordem e na medida. E a ordem e a medida encorajam a harmonia. E a harmonia vigoriza a felicidade. E a felicidade saboreia-se na paz e no bem estar. E a paz e o bem estar crepitam na alegria, no contentamento e na satisfação.

Tudo são pulsações saudáveis do amor.

Até o verde aveludado e macio dos prados; até o suspirar das fontes; até o toucado dos pessegueiros em flor; até o zumbir da abelha; até o chilrear da passarada, bicando as sementes; até o estalar do choro da criança, que agora mesmo acaba de ser dada à luz, tudo isto é hábito do amor.

Toda a Natureza é sinfonia de amor. Toda a Natureza canta o amor.

Resta-me, agora, pedir perdão ao amor. Perdão para o que disse e não devia ter dito. Perdão para o que não disse e devia ter dito. Perdão para o que não fiz e devia ter feito. E perdão para o que fiz e não devia ter feito.




Notícias relacionadas


Scroll Up