Fotografia:
Cultura e educação…

Quando leio a gesta dos portugueses no passado, o que fomos e o que hoje somos, transformados num reino de futebolistas acéfalos, académicos de trazer por casa, literatos como retratos de primitivismo, sensaboria, burlesco… e de políticos que poderíamos exportar… fico siderado com a cultura que temos. Mais grave ainda é a falta de respeito pelos símbolos, para não falar do que deve existir de uns pelos outros…

N/D
18 Fev 2004

Será uma outra paideia que forjámos, fora dos cânones clássicos, a coberto de gregos e latinos, com uma cabalística própria, mas não reflecte o que fomos, ou perdemos como povo com pergaminhos históricos, que ruminou, digeriu ou assimilou, mas não é capaz de perfazer, completar, revalorizar ou transmitir?
Se Educação e Cultura, em simbiose semiótica, constitui uma paideia que significa o processo de formação, e designa originariamente o de formação e o ser formado no mesmo conteúdo da cultura, abrangendo o mundo da cultura espiritual na sua totalidade, compreenderá, por alargamento do campo semântico, todas as formas de criação, saber e aprendizagem de uma comunidade. Seria muito bom que se reflectisse sobre o que constitui a cultura portuguesa como forma de expressão, testemunho e de tradição mesmo civilizacional.

Só uma consciência mais profunda poderá despertar uma nova renascença nos tempos de crise em que vivemos. A própria Europa sofre desta decantação e desfocalização, se bem que Fernando Pessoa escreveu a nosso respeito: «excepto as forças cegas da Natureza, tudo quanto neste mundo se move é grego na sua origem». O futebol é grego, e como força cega, anglo-saxónico… Os portugueses vêem-se gregos para o digerir, se bem que os nossos contactos com a Hélade e Roma, que na língua o testemunham, afastaram-se contudo há muito de tais modelos. Talvez explique muito das causas do nosso atraso, daltonismo, pouca democracia, e até da crise de alguns sistemas de ensino vigentes, como dos processos em que nos envolvemos, mesmo em reformas, que perderam o sentido de conjunto.

Sem dúvida, o cristianismo absorveu muito, transmitiu-o nas suas formas e símbolos, mas faltaram as Humanidades concomitantes… Se o homem é «a medida das coisas» (Protágoras) e já Sócrates falava de uma dimensão ética e cívica, em que Filosofia e Educação eram uma espécie de maiêutica, de modo a elevar, «formar o corpo mediante a ginástica, e a alma, por meio da música», como se diz na República, e Aristótles, pela lógica, a pedagogia consistirá em estruturar os fundamentos da futura personalidade como aprendizagem ou desenvolvimento das capacidades germinais de cada um, de tal modo que «aquele que aprende cultiva-se e aquele que se cultiva fá-lo em função da aprendizagem».

Terá sido sempre assim a pedagogia das nossas escolas, mesmo na formação da cidadania? Será esta a grande preocupação em formar o homem e o intelectual do futuro, com esta filosofia subjacente? Ou pretende-se autómatos como robótica tip-top, acéfalos, acríticos e conformistas, estúpidos, que apenas digerem as panaceias que aprenderam, ou tiram tudo dos computadores sem alma e sem raciocínio, se bem que mais rápidos do que nós no que lhes ensinaram?!…

Cultura deriva metaforicamente de «agricultura» – a cultura da terra. Por transposicão para a cultura do espírito, tal como explicou Plutarco, o terreno educativo é a própria natureza do homem, nele germinando a semente, que, para dar fruto, exige cultivo adequado, se não ficará infecundo: o trigo, a vinha e a oliveira, cantados por Virgílio, tornaram-se até elementos integrantes da liturgia romana, depois de trabalhados. Por isso, a cultura implica na formação dos adolescentes o culto harmonioso do corpo e da alma, sem se sobreporem, mas completarem-se. Que diríamos de um tempo que mutilou o espírito, exalta divinamente o corpo e promove as suas potências sexuais e não só… através do futebol, cego a outros horizontes, como homo rusticus, ou hipotecado a efémeros, edulcorante de outras frustrações, ou mesmo aliciante de identidade por falta de afirmação noutros sentidos?! É esta a nossa Educação e Cultura?!




Notícias relacionadas


Scroll Up