Fotografia:
Os trambolhos da Rua de Camões

Na Rua de Camões andou-se, aqui há tempos, “à procura do alicate”. Para evitar atropelos e outras perigosidades, utilizaram os “cromos” que vossas mercês vêem na foto ao lado: dois trambolhos de “plástico”, habitualmente utilizados para desviar o trânsito deste ou daquele obstáculo.

N/D
22 Dez 2003

Ora acontece que, apesar de existir uma linha amarela junto do passeio onde agora estão “instalados” os tais trambolhos (impedindo o estacionamento aos veículos), a verdade é que os automobilistas, à falta de um “lugarzinho”, vão-se aos ditos cujos e dão-lhes quatro biqueiros monumentais, para poderem estacionar ali os popós!
Assim, os trambolhos andam de Anás para Caifás, daqui para ali, dali para acolá, e às vezes chegam a saltar para o meio da rua, lá ficando quietinhos até haver uma alma caridosa que os vá colocar novamente na berma…

Meus senhores: se aqueles mostrengos já não são necessários naquela artéria, para quê deixá-los ao abandono, dando azo a que os atirem para o meio da rua, obrigando os veículos a andarem aos “ésses”? Será que não são precisos e mais úteis noutro lado? Ai não? Então… boa vai ela!!!




Notícias relacionadas


Scroll Up