Fotografia:
Sameiro está a ficar mais belo

Quem no passado dia 6 de Dezembro se deslocou ao Santuário de Nossa Senhora do Sameiro, e mesmo aqueles que ficaram pela cidade de Braga, com perda própria, assistiu a um esplendoroso lançamento de fogo de artifício seguido de um magnífico concerto pela Orquestra do Norte.

N/D
18 Dez 2003

Para quem não foi, paciência, não tem de se queixar pois era apenas a “maçada” de se deslocarem a um local que é dos mais encantadores de Braga… – mas dizia eu, quem não foi não se deliciou com uma interpretação fabulosa da Orquestra do Norte, acompanhada pelo Coro da Fundação Cupertino Miranda. Foi um momento alto no panorama cultural de Braga, facto de que as pessoas se queixam de pouco haver, mas quando há não aparecem.
Mas o que me interessa aqui dizer é que esteve uma enorme mole humana a assistir, o que para quem organizou é sempre estimulante.

Estes dois factos, como é do conhecimento geral, marcaram o início oficial das comemorações do Centenário da Coroação de Nossa Senhora do Sameiro, e que se vão prolongar até 2004, altura em que culminarão com uma grandiosa peregrinação e celebração no Santuário e que se pretende leve milhares de fiéis a participar.

É um momento histórico, cem anos depois de as mulheres portuguesas terem oferecido a Nossa Senhora a coroa que Esta exibe, de podermos reiterar os votos que naquela altura foram feitos por essas mulheres, e que nós devemos agora repetir e esperar que Nossa Senhora nos proteja como até agora o tem feito.

Quem se desloca ao Santuário de Nossa Senhora do Sameiro concerteza que não fica indiferente às mudanças operadas nos últimos tempos. A basílica está a ficar alba com os trabalhos de limpeza e de pintura ali operados; a avenida dos Doutores levou um conjunto de árvores que a seu tempo darão outra beleza ao local; o lago e o parque de merendas proporcionam um melhor acolhimento a quem vem de longe e quer passar ali o dia; e a avenida do Rosário, onde se pode apreciar um trabalho fabuloso de azulejos e calçada, são pormenores que devem ser vistos por todos os que gostam de Nossa Senhora do Sameiro, como obras de embelezamento e engrandecimento daquele que é, concerteza, um dos locais de culto mais visitado de Portugal.

Para que tudo isto aconteça, está a ser desenvolvido um enorme esforço por parte dos responsáveis pelo Santuário, de forma a que possamos ter um espaço digno, limpo, acolhedor, e que propicie a quem o visita as melhores condições de estadia.

Não é por vaidade que tudo isto se faz, mas sim porque é necessário preservar em condições dignas um local tão bonito e sagrado como aquele. É para nós, crentes em Nossa Senhora do Sameiro, como que a nossa casa e, como fazemos em nossa casa, devemos tê-la sempre limpa e asseada.

E para que todos possamos sentir-nos bem quando lá nos deslocamos, é necessária a ajuda colectiva, pois é com a nossa contribuição e com a boa vontade de muitos outros que tudo vai tomando forma.

Deixemo-nos uma vez por todas, hábito de portugueses, de dizer mal de tudo e, ajudemos isso sim, a termos espaços e manifestações onde nos possamos sentir bem. E é para que possamos usufruir desse prazer de bem-estar e de paz que aquele espaço nos propicia que muitos trabalham voluntariamente, para que tudo aconteça, enquanto que outros que nada fazem apenas sabem usar a crítica como arma de arremesso.

Vamos, de uma vez por todas, deixar-nos de quezílias e ajudar no bem comum em prol de Nossa Senhora do Sameiro, que lá do alto do monte vela pela cidade estendida a seus pés.

Braga e todos nós só temos a ganhar.




Notícias relacionadas


Scroll Up