Fotografia:
Chover no Molhado (23)

Quais são, então, as exigências actuais, levantadas por nossos problemas existenciais? O grande problema, o problema de todos os tempos, é o de a pessoa se tornar progressivamente cada vez mais pessoa. E quais são as linhas cardeais, que a pessoa deve prosseguir, na ânsia de sua solução?

N/D
8 Nov 2003

Uma das necessidades radicais de nosso ser profundo, concreto e real, ouvimo-lo, dito pela própria boca dele, é a do estabelecimento, por parte da pessoa, sua filha e herdeira, de relações evolutivamente livres, positivas, ajustadas, em conhecimento e amor, com o próprio Deus.
Estabelecida a vivência de tais relações e lançadas estas linhas orientadoras, as do conhecimento e amor a Deus, a pessoa vai-se, agora, tornando, progressivamente, evolutivamente, mais pessoa: caminha a passos largos para a sua identidade; robustece-lhe sua maturidade psíquica; transborda de riqueza seu equilíbrio afectivo; vigoriza-se sua saúde mental.

A relação de conhecimento e amor a Deus é um instrumento bem afinado de uma inteligência mais iluminada e mais aberta à compreensão empática de todos os problemas existenciais. Contudo a vida de cada um, responsável ou não na liberdade, é que dará a sua resposta.

Porque a existência de Deus é uma realidade concreta; porque Deus é amor; porque este amor é amor para nós. Logo, na medida em que este amor for progressiva e evolutivamente possuído pela pessoa, então, na prática se enriquecerá evolutiva e progressivamente como pessoa.




Notícias relacionadas


Scroll Up