Fotografia:
759

A 1.ª Repartição de Braga, S. Victor, apesar de a ministra das Finanças as congelar, está a pedir reforma! Obviamente, de cimento, tinta e broxa. (Parece até que já vai metendo água pelo terraço!)Quem lá trabalha, ou por lá vai a tratar das maleitas fiscais, vê e não gosta do estado crítico das instalações:

N/D
29 Out 2003

1.º – São acanhadas e pouco funcionais para a carga de trabalhos que têm de suportar e;

2.º – Não oferecem o conforto e a operacionalidade aos milhares de utentes que delas precisam e a elas recorrem.

Diariamente, por ali deambulo e que vejo? Amontoados de livros, arquivos, papeladas e outros apetrechos de trabalho, por detrás das janelas do 1.º andar, numa clara demonstração de falta de espaço, desmotivação para quem lá labora e mau aspecto para quem na rua passa!

Por isso, sofrem os funcionários que se sentem espartilhados e desconfortáveis e lamentam-se os contribuintes por não serem recebidos à maneira. Como diria o meu amigo Francisquinho, se em casa de ferreiro espeto de pau, em casa de Finanças dinheiro não há para lhe tratar das mazelas!

Dizem-me, senhor Director, que a solução é fácil, é barata e rápida! E passa pela mudança de instalações (já que não vale a pena deitar remendos em calças rotas) para uma zona já definida e muito mais acessível e cómoda para o público. Mormente, no que concerne ao estacionamento automóvel.

Ora se efectivamente, na mudança o problema financeiro não se põe – óbice maior a uma tomada de posição por parte da senhora ministra das Finanças que nisto de contar tostões e fazer uma política de bacalhau seco bem aprendeu a lição de Salazar – ontem já era tarde para decidir da transferência das instalações!

Além do mais, todos têm a ganhar: funcionários, contribuintes e Estado. Aqueles, porque em casa nova o afã e o brio se levantam, estes, porque a levar e levar no pêlo ao menos que seja alegremente e o Estado porque, alfim, promove o bem-estar no trabalho e no… pagamento!

Então, senhor Director, está convencido?

Com os melhores cumprimentos e até de hoje a oito!




Notícias relacionadas


Scroll Up