Fotografia:
Será por medo de uma “gripezinha”?

Há alguns “cruzamentos” cá no burgo que mais parecem páginas de anúncios, tantas são as plaquinhas disto e daquilo, desde estranhos “avisos” até aos sinais de trânsito. Se um condutor fosse ler tudo o que lhe salta aos olhos nesses “cruzamentos”, demorava mais do que a soletrar trinta volumes de uma enciclopédia…

N/D
27 Out 2003

Mas o problema é que, às vezes, há lá de tudo menos o que faz falta (ou no sítio certo…)! Veja-se o caso do sinal que proíbe a circulação de veículos longos (com mais de 7,30 m, excepto transportes públicos), dentro do “coração da cidade”. Só que, ao contrário do que acontece na rua de acesso à Central de Camionagem (na foto), há artérias em que esse sinal não existe, dando azo a que um condutor entre por essas “portas do cavalo” e depois vagueie pelo centro da cidade, embarrilando tudo o que é rua e ruela! Um exemplo disto pode ver-se junto ao chamado “prédio redondo”, situado na zona de Infias, onde de tal sinal… nicles! Isto para já não falarmos da rotunda da Estação, onde um sinal dos tais está colocado de tal forma que um condutor que não conheça a cidade perde o norte e até fica sem saber se lhe é proibido circular nessa rotunda!!!
Já era tempo de os Senhores Mandantes darem uma voltinha por aí a fim de porem termo a este imbróglio. Porque, depois, quem se amanha são os condutores, quando lhes atiram ao toutiço com uma coima de fazer corar um morto… E, afinal, nem têm culpa! Ou será que se tem medo de dar essa “voltinha” para não se apanhar uma gripezinha? Será? Pois se é… boa vai ela!!!




Notícias relacionadas


Scroll Up