Fotografia:
Venham eles!

Com mágoa o digo, mas venham eles!
Ouvi-o, com agrado azedo, na Rádio e na TV.

N/D
22 Out 2003

Os nossos vizinhos amigos “Galegos” vão ajudar na redução das nossas longas listas de espera para intervenções cirúrgicas. Segundo a notícia, duas grandes clínicas da Galiza vão operar Portugueses, em diversas áreas de patologia, a uma média, paga pelo Estado Português, de cerca de 1.200 Euros!
Mais: revi-o também, os espanhóis vão recuperar e transformar o velho hospital de Cerveira, para ali porem a funcionar uma grande Clínica! Mais ainda! Aqui no norte, Espanhóis e Portugueses, de mãos dadas, planeiam construir um moderno hospital particular!

Eia, pois! Venham eles!

Digo-o com «acre prazer» mas digo-o com emoção positiva: venham eles!

Com mágoa o proclamo, já que gostaria mais que tal não fizesse, falta…! Mas, infelizmente, Portugal, comparado com a vizinha Espanha (já não falo da França), tem muito que pedalar, mesmo para integrar a cauda do pelotão…!

Tantos anos há espera de uma operação e operações tão caras, nas clínicas privadas! Como, «em terra de cegos, quem tem um olho é rei», os nossos cirurgiões abrem a boca e «é para quem quer»…! Nos hospitais públicos não há vagas, mas nas Clínicas particulares, apenas há lugar para quem pode…

Então, benvindos sejam os nossos vizinhos! Vamos a isto, senhores governantes! Se «depressa e bem, há pouco quem», venham eles! A bem de quem sofre e mais precisa… Até pode acontecer – oxalá que sim – que os “nossos”, frente a tais medidas, tenham mais sentido de solidariedade, da responsabilidade e deontologia profissional, façam menos greves, sejam mais eficientes e falem menos alto…!

Se Portugal não tem médicos suficientes (em número e eficiência), venham os vizinhos Espanhóis ou aceitem atender Portugueses, enviados pelo Estado! Os doentes devem estar antes de todas as intrigas, políticas, interesses, ganâncias, comodismos, guerras de gabinetes…

É pena, que já hoje, Portugueses endinheirados, busquem a Espanha, para muitos tratamentos reputados por eles de nível superior do nosso! É pena (mas é verdade) que o SNS funcione em moldes melhores que o nosso! Por isso, repito o que disse: – Venham eles!




Notícias relacionadas


Scroll Up