Fotografia:
Pobres…

Estamos pobres!Pobres de dinheiro? Também.

N/D
10 Set 2003

Mas muito mais pobres estamos de valores éticos e morais. Não há sociedade que resista, por mais rica e poderosa que seja, quando os valores que fazem do ser humano pessoas de bem se reduzem a nada. E, o grande problema é que a maior depravação vem dos mais velhos, daqueles que foram criados com os alicerces das gerações que preservavam e cuidavam com esmero da educação, em muitos casos até muito mais cívica e moral que cultural mas que formavam homens, que muitas vezes vestiam trapos mas que a dignidade resplandecia debaixo deles.

Pobres sentimo-nos hoje quando, mesmo sem querermos, nos entram pela casa dentro imagens de um “grande irmão” (big brother) que nada tem de grande – antes, muito de pequeno e podre.

Como podem os pais desses jovens, que se deixam aliciar por um sucesso que é sempre efémero, assistir a cenas tão depravantes? Não são modernos, não, e Deus queira que nunca se arrependam de pactuarem com essa promiscuidade.

É preciso dizer chega. Parem com tanta “sem vergonhice”, porque senão os nossos netos renegar-nos-ão.

O exemplo é o grande professor da vida embora o ditado diga o contrário. Usem essas cabeças inteligentes, porque o são, para criarem programas de entretenimento dignos e pedagógicos.

Agarrem o que é bom com ambas as mãos e com o coração. Criemos uma “sociedade bonita, límpida, transparente”. Então sim, seremos ricos.




Notícias relacionadas


Scroll Up