Fotografia:
Modernidade

Modernidade… Seria tema para desenvolver e tirar as mais diversas ilações. Cada um de nós já ouviu esta palavra em diferentes contextos, aplicados com diferentes referências e sentidos. Sem polémica, vou apenas opinar sobre algumas questões nos últimos tempos citadas em jornais, rádio e TV onde comentadores têm desenvolvido tais temas, nem sempre com unanimidade de opiniões.

N/D
19 Ago 2003

Evolução, bem-estar, progresso, saúde, emprego, boa fé são expressões que de algum modo significam desejo do caminho a seguir, modernizar no sentido do progresso. Para o cidadão comum é fácil ver o que está bem ou menos bem, exercício fácil que não requer ciência e que permite a quem esteja de boa fé, sem objectivos políticos ou pessoais, uma avaliação isenta e objectiva. Porém, já assim não é quando em análise estão comportamentos, envolvendo gerações diferentes com hábitos e referências que se vão alterando, numa sociedade evolutiva e de oferta fácil e virada para o consumismo e para a novidade. Já se foram os tempos de recolher a casa antes do anoitecer, evoluindo para um recolher mais cedo – cinco ou seis da manhã -, quando a noite foi aproveitada no convívio, na festa… em tudo o que hoje é oferta de diversão nocturna.

Os programas televisivos para crianças surgem, substituindo o brincar, o acompanhar os pais, numa visão diferente, com mais acção, às vezes alguma violência, nem sempre muito instrutivos e educativos. Necessariamente, estas diferenças surgem hoje como mudanças chamadas evolutivas e criam perspectivas de vida diferentes. O ser humano ambicioso torna-se frágil perante as facilidades da modernidade. Ninguém se espanta ao ouvir opiniões referentes a gastos de milhões em centros de estágio ou estádios de futebol – apenas geram polémica. Ninguém se admira com a morosidade da justiça, porque afinal tudo é lento e aqui não pode haver pressas.

Vem aí o futebol, inauguração de estádios… Isto significa que muitos problemas vão ser esquecidos, ou pelo menos retardados; voltam novas prioridades para que o país se modernize, dê boa imagem internacional, se desenvolva em todos os sentidos, não esquecendo os sectores vitais para atingir tal desiderato; trabalho, educação, saúde estarão certamente na primeira linha, nesse rumo de desenvolvimento no caminho da modernidade.




Notícias relacionadas


Scroll Up