Fotografia:
E a “cebola” já está avariada…

Cá o nosso burgo – temos de o concluir – é uma cidade avessa aos “ponteiros” dos relógios! Como se não bastasse o encravanço dos relógios que se encontram aí pela cidade, onde, às vezes, às 12 horas ainda são 10 horas, veio agora o chamado “Relógio do Euro” confirmar a aversão!

N/D
23 Jun 2003

Veja o leitor claramente visto: no dia 12 de Junho foi inaugurado o dito cujo, ali junto da rotunda dos Peões, indicando que faltavam “366 dias” para a inauguração do novo Estádio. Ora vejam agora vossas mercês que, passados 12 dias sobre o “registo” dessa contagem decrescente, o “Relógio do Euro” marca ainda… 361 dias! Realmente, ou os “ponteiros” internos do instrumento andam com alguma pedra nos sapatos, ou então aquilo não passa de um vistoso aparato para “inglês ver”, mas que não corresponde à realidade…
É claro que, para além da chacota geral que por aí anda sobre o dito “Relógio do Euro”, aquilo tem provocado algumas piadinhas de mau-gosto. E uma delas centra-se nisto: será que o avanço decrescente do “ponteiros” está directamente relacionado com algum “misterioso” atraso na construção do Estádio?!…

E já que aqui se fala no novo recinto desportivo, há ainda uma situação em que apetece ligar o “complicómetro”: quem vem das bandas do Porto pela via rápida da Estação, encontra placas a indicar a direcção do Estádio; no entanto, quando chega à zona de Infias e precisa de sair dessa via rápida para se dirigir ao dito cujo, não há placa nenhuma. Conclusão: quem não conhecer a cidade, vem da Estação para o Estádio e… vai ter ao mesmo sítio, porque prossegue na mesma via em direcção a… Celeirós!!!

Ora, não são de resolver rapidamente estes dois imbróglios o mais depressa possível?… Ai não? Então, e já que bem a jeito, o melhor é cantar:

Ó meu rico São João,
Dai ao “Euro” a vossa estrela,
Que sem relógio e sem placas
É caso para… boa vai ela!!!




Notícias relacionadas


Scroll Up